Fonte: OpenWeather

    COVID-19


    Limpar óculos e lentes de contato evita contaminação do coronavírus

    Conjuntivite pode ser sintoma de Covid-19 em casos graves

    Casos graves de Covid-19 também pode se desenvolver com conjuntivite.
    Casos graves de Covid-19 também pode se desenvolver com conjuntivite. | Foto: Divulgação/ Otica Arcanjo

    Manaus - A preocupação com a Covid-19 tem afetado o dia a dia das pessoas de muitas maneiras. Mas é preciso também prestar atenção aos objetos que usamos com frequência no rosto, como os óculos de grau e as lentes de contato, que podem ser fonte de inúmeras bactérias e vírus, pois os olhos também podem ser porta de entrada do coronavírus. A afirmação é do oftalmologista Swammy Mitozo.

    Casos graves de Covid-19 também pode se desenvolver com conjuntivite. Segundo a Academia Americana de Oftalmologia, dos Estados Unidos, é o que sugerem três novos estudos publicados em revistas científicas importantes.

    “Existe sim risco de contaminação pelo coronavírus por contato com os olhos, assim, na teoria, pode haver contaminação, especialmente por causa dos óculos, por meio das gotículas com partículas virais na sua superfície”, explica Mitozo.

    Segundo ele, se não for feita uma limpeza adequada dos óculos e lentes de contato pode haver acúmulo de gotículas.

    Como higienizar óculos de grau

    A mistura de água e sabão neutro é a indicada pelo o especialista. "Lave e depois é só enxaguar com bastante água e deixar secar fora do sol (para não estragar armação)".

    Lentes de contato

    Para qualquer tipo de lente de contato é essencial a lavagem correta das mãos antes de sua manipulação e higienização dos estojos de lentes de contato

    Conjuntivite

    Um dos trabalhos, publicado no Journal of Virology, analisou 30 pacientes de Covid-19 na China e descobriu que um deles desenvolveu conjuntivite e os outros 29 tinham o coronavírus na secreção ocular. Já o outro artigo, publicado no New England Journal of Medicine, observou que nove de 1099 pacientes que estavam infectados pelo novo coronavírus apresentavam a inflamação nos olhos.

    Uma terceira pesquisa, esta publicada no JAMA Ophthalmology no dia 31 de março, descobriu que um terço dos 38 pacientes com Covid-19 analisados apresentaram alterações oculares — e que esses sintomas são mais comuns em pessoas com quadros graves da doença.

    As três pesquisas foram realizadas com base em dados da China e, por mais que a porcentagem de pessoas afetadas pelo novo coronavírus que desenvolvem conjuntivite ainda não esteja clara, as autoridades recomendam evitar tocar os olhos, principalmente quando as mãos não estiverem devidamente higienizadas.

    “A pessoa tem que se preocupar quando tiver conjuntivite relacionada a um problema respiratório, tosse, febre e tiver contato com pessoas que tiveram coronavírus. Se tiver só coronavírus não é grave. Mas precisa ser acompanhado com oftalmologista, pois existem outros vírus no momento como adenovírus. E é importante sempre lavar as mãos, utilizar álcool em gel e evitar contato com boca, olhos e nariz”, ressalta.

     Os óculos protegem do coronavírus?

    “Teoricamente os óculos seriam uma barreira física contra as gotículas ao falar, que podem causar contaminação, porém essa proteção não é 100%, pois elas podem alcançar os olhos entre os espaços superiores, inferiores e laterais dos óculos. O único óculo que protege é aquele usado pelos profissionais de saúde, pelos EPIs”, orienta.

    "Kit limpeza"

    Intensificar o sistema de delivery para produtos como óculos de sol e de grau foi a forma encontrada pelas óticas em Manaus para driblar as portas fechadas. Para avisar sobre o serviço, a Ótica Arcanjo, uma das lojas em Manaus, está usando suas redes sociais e disparando mensagens por WhatsApp para clientes cadastrados. Os óculos vão num 'kit limpeza' para higienizar as lentes: a flanelinha. Porém, os vendedores recomendam: "a lavagem com água e sabão sempre é eficaz, mas sempre que puderem, higienizem a flanelinha também", diz.