Papo Franco


Papo Franco: confira dicas de cuidado com o coração durante quarentena

Cardiologista Sérgio Machado explica como cuidar da saúde cardíaca durante isolamento

| Autor: Tatiana Sobreira/ WEB TV Em Tempo

Sérgio Machado atua na área medicinal desde 1991
Sérgio Machado atua na área medicinal desde 1991 | Foto: WEB TV Em Tempo

Manaus - Em entrevista ao programa Papo Franco, apresentado pela jornalista Tatiana Sobreira, o médico cardiologista Sérgio Machado explica como cuidar da saúde do coração durante a quarentena. 

Sérgio Machado atua na área da Medicina desde 1991. Ele dirigiu o Instituto Médico Legal no período de 2011 a 2014. Formado em direito em 2011, ele atualmente exerce o ofício médico e é servidor público da Polícia Civil e Federal. 

As pessoas com problemas cardíacos são integrantes do grupo de risco do novo coronavírus, sobre isso, o médico explica os motivos. O novo vírus afeta diretamente o coração, comprometendo os músculos do órgão, causando ataque cardíaco e desenvolvendo a síndrome aguda cardiovascular, específica da ação do vírus. Por isso, ele ressalta a importância de manter o cuidado com o coração durante a quarentena. 

Sérgio enfatiza que as pessoas que estão sob essa condição devem manter a rotina de medicamentos, seguindo as receitas previamente estabelecidas por algum profissional especialista. Apesar do isolamento social, ele recomenda a prática de exercícios físicos mesmo que dentro de casa, para manter o condicionamento. 

Para as pessoas que têm algum tipo de emergência ou não possuam o hábito de ir ao médico com frequência antes do isolamento, a alternativa mais segura durante a quarentena é a Telemedicina. O método possibilita a efetuação de consultas através dos mecanismos de comunicação tecnológicos, como celulares e tablets. 

Telemedicina trata do uso das modernas tecnologias da informação e telecomunicações para o fornecimento de informação e atenção médica a pacientes e outros profissionais de saúde
Telemedicina trata do uso das modernas tecnologias da informação e telecomunicações para o fornecimento de informação e atenção médica a pacientes e outros profissionais de saúde | Foto: Reprodução

Além disso, o médico comenta  as medidas de distanciamento social. Segundo ele, as pessoas que não têm oportunidade de trabalhar em casa e saem diariamente devem tomar cuidado redobrado, efetuando todas as recomendações de higienização ao chegar em casa. Entre elas está a higienização das mãos e corpo, principalmente quando moram com pessoas mais velhas ou com alguma doença que submeta ao grupo de risco.

“É um dever moral”, disse o profissional. 

O profissional salienta que é necessário ter paciência e fé durante esse período de isolamento sempre lembrando do caráter passageiro da doença. No entanto, é necessário refletir também sobre a mudança do modo de vida que sociedade conhecia. Segundo ele, a biossegurança deve ser uma prática cotidiana a partir de agora.

Ele exemplifica isso com o uso da máscara, pontuando que nos países orientais, como China e Japão, o equipamento é utilizado no dia a dia há muito tempo quando a pessoa tem sintomas gripais. Apesar das diferenças socioculturais, a comparação conduz a reflexão sobre os hábitos de higiene. Após essa pandemia, os hábitos de saneamento nunca mais serão os mesmos. 

Quer conferir mais dicas de saúde cardiovascular?  Confira a entrevista na íntegra:

| Autor: Tatiana Sobreira/ WEB TV Em Tempo