Fonte: OpenWeather

    Pandemia Covid-19


    Doença misteriosa em crianças na Inglaterra acende alerta

    O Serviço Nacional de Saúde (NHS) da Inglaterra está alertando para o surgimento de casos de crianças que apresentam uma síndrome potencialmente fatal. Entre os sintomas, estão dor de estômago e problemas cardíacos. Autoridades da saúde suspeitam que a síndrome infantil possa ser causada pelo novo coronavírus.

    O secretário de Saúde Matt Hancock disse a jornalistas locais que estava "muito preocupado" com o desenvolvimento da síndrome, que agora está sendo investigada.
    O secretário de Saúde Matt Hancock disse a jornalistas locais que estava "muito preocupado" com o desenvolvimento da síndrome, que agora está sendo investigada. | Foto: reprodução

    Londres - Autoridades de saúde da Grã-Bretanha alertam que uma potencial nova síndrome relacionada ao coronavírus está surgindo em crianças, com um aumento nos casos que levam a um alerta urgente para médicos em todo o país. O alerta revelou um "aparente aumento no número de crianças de todas as idades apresentando um estado inflamatório multissistêmico que requer cuidados intensivos em Londres e também em outras regiões do Reino Unido".

    Dor abdominal, sintomas gastrointestinais e inflamação cardíaca têm sido características comuns em crianças gravemente doentes nas últimas semanas. Alguns tiveram que ser tratados em unidades de terapia intensiva.

    Os casos foram relatados nas últimas três semanas, de acordo com o aviso dos funcionários do Serviço Nacional de Saúde e distribuídos aos médicos pela Sociedade de Terapia Intensiva Pediátrica. "Existe uma preocupação crescente de que uma síndrome inflamatória relacionada ao [COVID-19] esteja surgindo em crianças no Reino Unido, ou que possa haver outro patógeno infeccioso, ainda não identificado, associado a esses casos", disse o comunicado.

    O secretário de Saúde Matt Hancock disse a jornalistas locais que estava "muito preocupado" com o desenvolvimento da síndrome, que agora está sendo investigada.

    Até agora, as crianças escaparam dos piores efeitos à saúde da pandemia de coronavírus, embora pouco se saiba sobre a doença, como ela se espalha e o que faz com o corpo.

    A doença foi descoberta em crianças que deram positivo para o vírus, assim como naquelas que não tiveram. Há também algumas evidências de infecção por COVID-19  em algumas crianças.

    O presidente do Colégio Real de Pediatria e Saúde Infantil, Russell Viner, destacou que apenas um pequeno número de crianças ficou gravemente doente. "Novas doenças podem se apresentar de maneiras que nos surpreendam. Os médicos precisam estar cientes de qualquer evidência emergente de sintomas específicos ou de condições subjacentes que possam tornar um paciente mais vulnerável ao vírus", disse ele.