Fonte: OpenWeather

    Pandemia Covid-19


    Em fevereiro Brasil terá recordes de mortes,diz pesquisador

    O pesquisador Domingos Alves, da Universidade de São Paulo (USP), fez previsões sombrias para a pandemia no Brasil, no início do ano. Leia:

    Pesquisador Domingos Alves, da Universidade de São Paulo (USP)
    Pesquisador Domingos Alves, da Universidade de São Paulo (USP) | Foto: Reprodução

    São Paulo (SP)- Em entrevista ao jornal o Globo, o pesquisador Domingos Alves, da Universidade de São Paulo (USP), fez previsões sombrias para a pandemia no Brasil, no início do ano.  “Mesmo num cenário otimista, de que teremos vacinas suficientes e que elas sejam capazes de segurar não apenas a Covid-19, mas a transmissão do coronavírus, teremos muitas mortes. Porque muita gente adoecerá e morrerá antes de a vacina chegar", afirmou.

    Cenário

    O Brasil hoje tem um cenário dos EUA antes das eleições presidenciais, com recordes de casos por dia. Isso significa que em fevereiro teremos recordes de mortes por dia avassaladores.” concluiu o profissional. 

    Marca

    Na quarta-feira (16) o Brasil chegou à marca de 7 milhões de infectados pelo coronavírus, com o maior número de mortes em três meses.

    Apeas no boletim de ontem, foram adicionadas 968 mortes confirmadas pela doença, o que aproxima os números do pico da pandemia no país, vivido em junho de 2020.

    Em oito estados brasileiros, o número de casos de Covid-19 já é maior agora do que em qualquer outro momento da epidemia. São eles: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

    Leia mais:

    www.emtempo.com.br/coronavírus