Fonte: OpenWeather

    Imunização


    Vacina da Oxford será testada em crianças e adolescentes

    Os cientistas usarão 300 voluntários para avaliar se a vacina também produzirá uma forte resposta imunológica

     

    A vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica britânica AstraZeneca e a Universidade de Oxford
    A vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica britânica AstraZeneca e a Universidade de Oxford | Foto: Divulgação

    A vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica britânica AstraZeneca e a Universidade de Oxford será testada em crianças a partir de seis anos de idade. Este será o primeiro ensaio clínico mundial com a faixa etária, anunciou a universidade.

    Os cientistas usarão 300 voluntários para avaliar se a vacina também produzirá uma forte resposta imunológica — até 240 dessas crianças entre seis e 17 anos receberão a vacina contra a covid-19, enquanto as outras tomarão uma vacina de controle de meningite. As primeiras vacinações do ensaio clínico acontecerão ainda neste mês.

    A vacina de Oxford é uma das três aprovadas para o uso em adultos no Reino Unido — as outras duas são da Pfizer / BioNTech e Moderna.

    Andrew Pollard, pesquisador-chefe dos testes de vacina da universidade, acredita que este é um "passo importante."

    "Embora a maioria das crianças não seja relativamente afetada pelo coronavírus e seja improvável que adoeça com a infecção, é importante estabelecer a segurança e a resposta imunológica à vacina em crianças e jovens, pois alguns deles podem se beneficiar da vacinação", disse.

    De acordo com a última atualização da Universidade Johns Hopkins, o Reino Unido acumula 4.025.574 casos de covid-19, além de 116.507 mortes causadas pelo novo coronavírus.

    *Com informações do UOL