Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Restaurantes comunitários promovem educação alimentar

    Nesta sexta (9), das 8h ao meio-dia, a sensibilização terá como tema a “Hipertensão”

    Sensibilização terá como tema a “Hipertensão” | Foto: Divulgação

    MANAUS - A importância de cuidar da saúde é a pauta da campanha do mês de abril nos restaurantes populares e nas cozinhas populares (sopões). Os locais estão promovendo atividades sobre educação alimentar.

    Segundo a titular da Gerência de Ações Descentralizadas de Segurança Alimentar e Nutricional (Gadsan) da Seas, Kaliny Alves, a iniciativa de trabalhar a temática da saúde é proveniente das estratégias de ações de educação alimentar e nutricional, que já são preconizadas nos planos de trabalho das sete unidades de restaurantes e cozinhas populares que funcionam na capital amazonense.

     “Com essa ação, a gente sensibiliza os usuários quanto aos cuidados da saúde, estratégias de higiene e também os cuidados gerais com alimentação, ocorrências de hipertensão, obesidade, diabetes e outras doenças que podemos estar trabalhando, como doenças mentais e outras síndromes metabólicas”, explica Kaliny.

     Programação

    As palestras da campanha do “Projeto Alimentação Adequada” no mês de abril começaram na última segunda-feira (5), no restaurante popular do Novo Israel e vão até o dia 19 deste mês. Nesta sexta (9), das 8h ao meio-dia, a sensibilização terá como tema a “Hipertensão”, e acontece no restaurante popular do Jorge Teixeira. A atividade é gratuita para os usuários da unidade.

    Garantia à alimentação

    Sob os cuidados do Departamento de Proteção Social Básica (DPSB/Seas), via Gadsan, as refeições servidas nos restaurantes populares fazem parte do “Projeto de Fortalecimento da Garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada” e custam o preço simbólico de R$ 1.

    A refeição é subsidiada pela iniciativa privada, por meio de uma parceria público-privada. O cardápio inclui arroz, feijão, macarrão, salada e uma proteína variada (frango, carne, fígado, peixe e outros). Os restaurantes populares funcionam de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h.

    Já as sopas servidas gratuitamente nas cozinhas populares são custeadas pelo Governo do Estado. Os sabores são variados, como sopa de carne, de mocotó e de feijão, entre outras. A distribuição acontece de segunda-feira até sábado, a partir do meio-dia.

    *Com informações da assessoria