Fonte: OpenWeather

    Dia mundial do café


    Vai uma xícara de café? Conheça benefícios da bebida para a saúde

    O Brasil ocupa a 14ª colocação dos países que mais consomem café

     

    Graças ao efeito estimulante da cafeína, a principal e mais conhecida vantagem para o corpo é a disposição que o café proporciona
    Graças ao efeito estimulante da cafeína, a principal e mais conhecida vantagem para o corpo é a disposição que o café proporciona | Foto: Reprodução

    Nesta quarta-feira (14) é comemorado o Dia Mundial do Café. Saiba quais os benefícios da bebida para a saúde.

    A nutricionista do Pátio Gourmet, Livia Ribeiro, lista alguns dos benefícios da bebida. Segundo ela, quando ingerido com moderação, o café é um importante aliado para o funcionamento do organismo. 

    Graças ao efeito estimulante da cafeína, a principal e mais conhecida vantagem para o corpo é a disposição que o café proporciona.

    O café possui também minerais, açúcares, gorduras e aminoácidos que auxiliam no funcionamento do organismo. Ela recomenda que seja ingerido no período diurno.

    “A partir das 15h, 16h, a orientação é não consumir mais a bebida. Isso porque o cérebro começa lentamente a diminuir a atividade, iniciando o ciclo do sono, levando o indivíduo a dormir por volta das 22h"

     

    A dose máxima diária de café ideal para uma pessoa adulta e saudável é de 0,5 litro, ou seja, cinco xícaras de 100 ml, distribuídas ao longo do dia.

    Há estudos científicos que mostram que o café auxilia na perda de peso, através da sua ação termogênica.

    “Existem no mercado, inclusive, opções de café para serem consumidos antes da atividade física”, frisou.

    O café ajuda também na memória, reduz as chances de acometimento do Mal de Alzheimer, combate a depressão e melhora as inflamações.

    Conforme a Organização Internacional do Café, o país que mais consome a bebida no mundo é a Finlândia. São 12 quilos de grão por habitante, a cada ano. O Brasil ocupa a 14ª colocação, com 5,8 quilos por ano.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Câncer de testículo corresponde a 5% dos tumores malignos em homens

    Estudo mostra que mães vacinadas geram anticorpos contra covid-19