Fonte: OpenWeather

    SAÚDE


    Amazonas testou 2.785 pessoas que irão participar do evento na Arena

    O teste é uma das exigências para o acesso ao evento, que também inclui como condicionante o status de vacinação

     

    O teste é uma das exigências para o acesso ao evento
    O teste é uma das exigências para o acesso ao evento | Foto: Arthur Castro/Secom

    Manaus (AM) - O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), realizou, na quarta (22) e na quinta-feira (23), as testagens para detecção de Covid-19 nas pessoas que vão participar do evento teste na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, nesta sexta (24).

    Foram realizadas 2.785 testagens, sendo 2.445 em pessoas do público e 340 no pessoal de apoio técnico. Do total, foram identificados dois casos positivos de Covid-19 do público.

    O teste é uma das exigências para o acesso ao evento, que também inclui como condicionante o status de vacinação. Neste quesito, 200 pessoas tiveram o acesso negado ao evento por falta de vacina.

      A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, explica que as pessoas positivas eram assintomáticas.  


    Elas deverão manter o isolamento domiciliar por dez dias e, caso haja mudança no quadro, procurar o serviço de saúde. Já as pessoas não vacinadas foram orientadas a procurar os postos de vacina para regularizar a situação.

    Tatyana salienta ainda que uma equipe de aproximadamente 100 profissionais da saúde deverá atuar no evento na Arena da Amazônia nesta sexta-feira.

    "

    É uma ação integrada entre os profissionais de Vigilância Sanitária do município, quanto profissionais da Secretaria de Saúde e da FVS-RCP fazendo a fiscalização, para garantir que as pessoas estejam cumprindo (os protocolos) e que esse evento seja um sucesso "

    Tatyana Amorim, diretora-presidente da FVS-RCP

     

    Quem comprou o ingresso, mas não compareceu para a testagem na Arena, deve apresentar um teste de antígeno com resultado negativo – que pode ser feito também na rede privada de laboratórios – na entrada do evento. A entrada sem o resultado negativo, mesmo com o ingresso comprado, não será permitida.

    Após o evento, todos os participantes serão monitorados pelo período de 14 dias.

    Evento com público

    A iniciativa – que também tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) – será o primeiro evento teste com o público e marcará os primeiros passos para a retomada da cadeia produtiva da cultura, além de servir de base para estudos dos órgãos de controle em saúde sobre a realização de grandes eventos.

    O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, manteve diálogo com a Associação de Entretenimento do Estado do Amazonas (Asseeam) desde o início da pandemia.

    O evento teste é um importante passo para a retomada da economia da cadeia produtiva da cultura.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Arena da Amazônia é preparada para jogo entre Brasil e Uruguai

    Começam testagens para pessoas que participarão de evento na Arena

    Testagens de Covid são feitas para show de Tierry na Arena da Amazônia