Fonte: OpenWeather

    Tecnologia


    Selfie será cringe e extinta pelas novas gerações, aponta pesquisa

    Pesquisa mostra que o comportamento de tirar foto de si está perdendo popularidade entre jovens

    O levantamento revelou também um olhar interessante sobre a relação de diferentes classes sociais com selfies | Foto: Reprodução

    MANAUS (AM) - O hábito de tirar selfies está perdendo popularidade entre os mais jovens e a tendência é que o comportamento desapareça em breve. Atualmente, a quantidade de adultos de 35 a 39 anos que faz selfies é bem maior do que a de jovens de 18 a 24, mostrou estudo feito pela empresa de pesquisas Grupo Consumoteca.

    O levantamento revelou também um olhar interessante sobre a relação de diferentes classes sociais com selfies. O hábito do autorretrato é mais comum entre pessoas de maior poder econômico. Enquanto 49% da classe A disseram tirar fotos de si com frequência, apenas 20% da classe C têm o hábito de realizar autorretratos.

    Segundo o psicólogo Marcos Sousa,  a exposição excessiva pode se tornar um problema para a imagem de quem está nas redes sociais e isso faz com que as pessoas busquem novas atrações. "São novos espetáculos, pois se trata de um meio extremamente volátil. Encontrar a medida certa de exposição na rede social se tornou um trabalho, por exemplo, para muitos influenciadores, que criam cada vez mais recursos para manter a atenção dos internautas. Portanto, permanecer sempre em evidência e sem entediar é um desafio para quem busca reconhecimento no mundo virtual".

    Confira os dados da pesquisa no infográfico abaixo.

     

    Pesquisa
    Pesquisa | Foto: Reprodução

    Leia Mais

    Em SP, jovem escorrega e morre ao tentar tirar selfie em cachoeira

    <<<<<<< HEAD ======= >>>>>>> e5a666b371d90e4920345db9572e28a6ed1fabe8