Fonte: OpenWeather

    PREVENÇÃO


    Dezembro Laranja: confira dicas de como prevenir câncer de pele

    O câncer de pele, de acordo com o Inca, é o tipo mais frequente no mundo e no Brasil

     

    Proteção solar é indispensável para prevenção.
    Proteção solar é indispensável para prevenção. | Foto: Divulgação

    A chegada das estações mais quentes, como a primavera e o verão na Bahia, pede ainda mais atenção para os cuidados com a pele.

    A campanha Dezembro Laranja, criada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, visa combater e prevenir o câncer de pele, que, de acordo com o Inca - Instituto Nacional de Câncer, é o tipo mais frequente no mundo e no Brasil.

      O câncer de pele ocorre quando há uma proliferação de células anormais na pele, desorganizando suas estruturas e funções.  

    Exposição solar, sem proteção, além dos fatores genéticos e hormonais associados, são alguns dos principais fatores que contribuem para o desenvolvimento deste tipo de câncer.

    Conforme a dermatologista Érica Sales, os mais comuns são os carcinomas que aparecem mais em áreas mais expostas ao sol, que, normalmente, tendem a ser mais avermelhados.

    Já o tipo melanoma são sinais com tons mais escuros, que podem surgir em regiões protegidas do excesso de luz solar e são considerados os mais perigosos.

    Segundo a médica, o diagnóstico é feito quando o paciente recorre frequentemente ao médico se queixando de um sinal que cresceu, sangrou, mudou de cor, ou não está cicatrizando.

    Então, o profissional avalia os detalhes clínicos da lesão, analisa com lupas apropriadas e solicita a biópsia de confirmação diagnóstica, para detectar ou não se há câncer. 

    O combate ao câncer de pele se dá, principalmente, pela proteção solar. A dermatologista aconselha utilizar diariamente protetores com o fator de proteção solar (FPS) maior ou igual a 50, sobretudo nas temporadas mais quentes, usar camisas e bonés de proteção, evitar a frequência de exposição nos horários de maior incidência de irradiação UVB (aqueles raios que deixam a pele mais vermelha), que é em torno das 10h às 14h.

    Além disso, é indispensável a consulta regular uma vez ao ano a um profissional de sua confiança, para mostrar os sinais, ver se sofreu alguma alteração ou crescimento, e, a forma ideal de prevenção.

    Leia mais:

    Amiga ou vilã? Saiba os cuidados com a pele de quem usa maquiagem

    Exposição solar ainda é maior causa de câncer de pele

    Estudo sobre relação entre HPV e dois tipos de câncer é retomado no AM