Fonte: OpenWeather

    Solicitações


    Anvisa pede explicações ao Butantan sobre uso da CoronaVac em crianças

    Ontem, a Anvisa recebeu do Instituto Butantan respostas a questionamentos feitos diante das informações apresentadas pela instituição de pesquisa paulista.

     

    O Instituto Butantan entrou com a solicitação de autorização de uso em caráter emergencial do imunizante
    O Instituto Butantan entrou com a solicitação de autorização de uso em caráter emergencial do imunizante | Foto: Agência Brasil

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira (11) que solicitou ao Instituto Butantan novos esclarecimentos para avaliar o pedido de uso da vacina contra a covid-19 CoronaVac em crianças.

    O Instituto Butantan entrou com a solicitação de autorização de uso em caráter emergencial do imunizante, fabricado em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, em pessoas com idades entre 5 e 11 anos ainda em dezembro. A Anvisa vem mantendo reuniões para analisar esse requerimento.

    Ontem, a Anvisa recebeu do Instituto Butantan respostas a questionamentos feitos diante das informações apresentadas pela instituição de pesquisa paulista. Entre eles estavam pontos sobre um estudo sobre o imunizante conduzido em crianças no Chile.

    A Anvisa hoje enviou pedidos de esclarecimentos adicionais sobre o estudo que segundo o Butantan atestaria a efetividade do uso do imunizante no público pretendido. Uma nova reunião foi marcada para a próxima quinta-feira (13) para discutir os dados e eventuais compromissos no caso de aprovação da autorização.

    Até o momento, apenas o imunizantes da Pfizer tem uso em crianças autorizado pela Anvisa.

    Leia mais: 

    Vacinas pediátricas serão “prontamente distribuídas” aos estados

    OMS: Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 semanas

    AM reforça importância do uso da máscara para prevenir contra Covid-19