Fonte: OpenWeather

    Publicidade


    Juliette pode faturar R$ 43 milhões com publicidade em 2021

    Juliette Freire já possui 29,4 milhões de seguidores no Instagram e um alto índice de engajamento nas redes sociais – que atraiu diversas marcas ainda durante o programa

     

    Até agora, ela já teria mais de dez marcas registradas no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial)
    Até agora, ela já teria mais de dez marcas registradas no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) | Foto: Divulgação

     

    Grande sensação e vencedora do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire já possui 29,4 milhões de seguidores no Instagram e um alto índice de engajamento nas redes sociais – que atraiu diversas marcas ainda durante o programa.

    De acordo com a coluna de Leo Dias, o nome da paraibana já estava registrado como uma marca pela sua equipe de marketing antes mesmo do fim do reality, para impedir que outras empresas faturassem com o seu nome.

    Até agora, ela já teria mais de dez marcas registradas no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), como uma linha de cosméticos, bijuterias, aplicativos, marketing, bolsas, cursos, papelaria, vestuário, entretenimento, utensílios domésticos e até balões de aniversário.

    Sucesso nas redes

    O prêmio de R$ 1,5 milhão recebido pelo programa já parece pouco perto do que Juliette pode ganhar. Considerando uma publicação paga no valor de R$120 000, uma média oferecida para influenciadores de grande porte, caso a paraibana faça um post pago por dia, seu faturamento mensal poderia chegar a cerca de R$ 3,5 milhões.

    Continua após a publicidade

    “Em um ano, os lucros somente com o Instagram ultrapassariam os R$ 43 milhões, colocando em um patamar de empresa de médio porte. O que não deixa de ser o caso, já que antes mesmo do fim do programa a equipe que cuidava das redes sociais de Juliette contava com mais de 20 pessoas”, afirma o especialista em negócios digitais e sócio da startup de marketing Inflr, Thiago Cavalcante.  

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Ao Vivo: CPI da Covid ouve Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde

    Deputado vai destinar ambulância para Hospital de Parintins

    Frente Parlamentar de Recuperação Econômica da CMM inicia os trabalhos