Fonte: OpenWeather

    PRISÃO


    Miss Transex Brasil é presa por roubar clientes durante programa

    Modelo possui mais de 17 anotações criminais, por furto, no Mato Grosso do Sul

     

    A modelo chamava os homens através do Instagram
    A modelo chamava os homens através do Instagram | Foto: Divulgação

    A Miss Transex Brasil 2019,  Mikaelly da Costa Martines, foi presa nesta segunda-feira (29), no Rio de Janeiro.

    Acusada de estar à frente de uma quadrilha que rouba clientes durante programas sexuais, a modelo chamava os homens através do Instagram, segundo as informações do jornal Extra.

    O golpe funcionava da seguinte forma: ao chegarem no motel, Mikaelly os dopava para roubar pertences, como celular, relógio e cartões.

    Em um dos casos relatados ao delegado Leandro Gontijo, um homem diz ter conhecido Mikaelly em um bar, à meia-noite, no dia 16 de julho.

    Segundo o relato, a vítima a chamou para ir embora com ele. Ambos entraram no carro do rapaz e foram rumo a um hotel.

    No local, a modelo teria lhe dado uma lata de cerveja com algum tipo de substância.

    Ainda de acordo com o depoimento, ele disse que apenas se lembra de quando percebeu que estava sem a carteira e o celular.

      Ao perguntar a Mikaelly, ela disse que chamaria no quarto uma amiga e, logo em seguida, surgiu com seu comparsa, que está foragido, Alexandre Porto Furtado Júnior.  

    A vítima acusou a Miss de roubá-lo e depois sair correndo, entrando em um carro de aplicativo. Na hora de pagar a conta do motel, ele percebeu que teve três cartões de crédito e débito roubados.

    *Com informações do Jornal Extra


    Leia mais:

    Claudia Leitte é chamada de “genocida” após show em SP; veja vídeo

    Vídeo: Patixa Teló quase é presa após xingar agentes da Força Nacional

    Luíza Sonza confessa que já fez "suruba" em entrevista a youtuber