×
Saúde

Doença do Rei Charles III atinge 50% dos homens com mais de 50 anos

"Aumento de próstata” é uma das doenças mais recorrentes entre os homens

Foto: Divulgação

A hiperplasia prostática benigna (HPB), popularmente conhecida como “aumento de próstata”, é uma das doenças mais recorrentes entre os homens. O Rei Charles III, na última sexta-feira (26), fez uma cirurgia para retirada da HPB, condição que começa entre os 40 e os 45 anos de idade. De acordo com o urologista Flávio Antunes, aos 50 anos, 50% dos homens terão sido acometidos. Aos 70 anos, a proporção sobe para mais de 80%.

“Os sintomas mais associados à HPB estão o aumento da frequência miccional noturna (vontade de urinar durante a noite), redução da força do jato de urina e sensação de não conseguir esvaziar completamente a bexiga. Alguns ainda sentem ardência ao urinar, o que é conhecido como disúria. Outros também podem ter hesitância miccional – quando precisam esperar alguns segundos para começar a urinar”, destacou.

A maioria dos homens não sabe que tem hiperplasia prostática benigna até que a glândula tenha crescido o suficiente para causar sintomas. Assim como o Rei Charles III, os homens podem recorrer ao procedimento cirúrgico para retirar o tumor.

“A causa exata não é conhecida, mas provavelmente envolve alterações causadas por hormônios, incluindo a testosterona e, principalmente, a di-hidrotestosterona. Outros fatores podem estar envolvidos, como idade, história familiar e alterações genéticas”, disse Flávio Antunes.

Nem todos os homens precisam tratar o crescimento benigno da próstata. A necessidade de tratamento ocorre em duas situações: quando os sintomas incomodam muito o paciente e o crescimento benigno da próstata está comprometendo a função da bexiga e causando repercussões negativas no órgão. O tratamento pode ser realizado com medicações e em casos de falhas das medicações, sangramentos frequentes, retenção urinária, infecções urinárias e alteração da função renal deve ser realizado procedimento cirúrgico. Na maioria das vezes as cirurgias são endoscópicas (pelo canal da urina).

Entre os sintomas do aumento da próstata estão:

  • Maior frequência de idas noturnas ao banheiro;
  • Dificuldade de urinar;
  • Necessidade de ir muitas vezes ao banheiro;
  • Não chegar a tempo ao banheiro;
  • Jato de urina fraco;
  • Sensação de que a bexiga não esvazia completamente.

Ainda conforme Antunes, ao sentir os primeiros sintomas, é importante procurar um médico urologista. O profissional irá fazer um exame de toque retal para determinar se a próstata está maior. A próstata afetada não fica dolorida ao toque. A presença de áreas firmes ou rígidas pode ser indício de câncer da próstata. Além disso, irá realizar ultrassonografia e fluxometria. O tratamento pode ser realizado com medicações e em casos de falhas das medicações, sangramentos frequentes, retenção urinária, infecções urinárias e alteração da função renal deve ser realizado procedimento cirúrgico. Na maioria das vezes as cirurgias são endoscópicas (pelo canal da urina)

*Com informações da Assessoria

Leia mais

Rei Charles é contra quimioterapia e prefere ‘poções’, afirma comentarista real

Rei Charles III é diagnosticado com câncer

Entre na nossa comunidade no Whatsapp!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *