×
Morto por engano

“Celso”, morto próximo à Ufam, pode ter sido confundido, diz polícia

Um dos suspeitos do crime foi preso horas depois do assassinato. A polícia agora procura o comparsa

Manaus (AM) – Celso Oliveira da Silva, de 43 anos, pode ter sido confundido e executado por engano, conforme a Polícia Civil.

Celso foi assassinado nas proximidades da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), situada no bairro Japiim, na Zona Sul, na manhã de terça-feira (1º).

Em coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira (2), Polícia Civil afirmou que a vítima não tinha nenhuma passagem pela polícia e nem é investigado pelo ataque criminoso à viatura da PC, que resultou na morte de integrantes de uma facção, conforme circulou nas redes sociais.

Um dos suspeitos do crime identificado como Robert Gomes Vasquez, de 21 anos, foi preso, em flagrante, pela Polícia Militar ainda na tarde de terça, horas depois do crime

De acordo com a delegada Déborah Barreiros, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o irmão de Robert chegou a ser detido por ter sido flagrado pilotando a motocicleta supostamente utilizada no crime.

Depoimento do irmão do suspeito

“Em depoimento, o irmão de Robert afirmou que o suspeito pegou a motocicleta dele escondido e saiu sem permissão. Ao voltar para casa, Robert teria dito a ele que seria necessário modificar algumas características do veículo, mas não explicou os motivos”, disse a delegada.

“Estamos agora em diligências para identificar a outra pessoa que estava com Robert no momento do crime e a motivação, que ainda não está esclarecida. Aqui na delegacia, o Robert se manteve em silêncio, orientado pela advogada”, explicou Barreiros.

Sem passagem pela polícia

A autoridade policial informou que Celso não possuía passagens pela polícia e que não há nada que aponte uma suposta relação com integrantes de uma facção criminosa, que possa ter motivado um acerto de contas.

“Ainda estamos nas primeiras 24 horas do flagrante do Robert que, inclusive, tinha mandado de prisão em aberto por roubo. Não conseguimos localizar nenhuma passagem da vítima e a partir de agora as diligências continuam para averiguar o que pode ter motivado este crime. Aparentemente ele não era essa pessoa que teria envolvimento com ataques”, destacou.

A motocicleta utilizada na ação foi apresentada na especializada e deve passar por perícia. Robert foi indiciado por homicídio qualificado e deve passar por audiência de custódia, antes de ser levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174.

Leia mais:

Homem é surpreendido por “pistoleiros” e executado próximo à Ufam 

“Zica” morre após trocar tiros com policiais no Jorge Teixeira

PM é esfaqueado ao tentar separar briga entre vizinhos em Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.