×
CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Simpósio do CMABio/UEA reúne cientistas no Amazonas

Abertura do encontro teve participação do reitor Cleinaldo Costa, que avalia discussão como estratégica para o estado

II Simpósio de Integração em Pesquisa
Na oportunidade, foi realizada a assinatura do Memorando de Entendimento entre a Faperj e a Fapeam. - Daniel Brito/Ascom UEA

Manaus (AM) – Mais de 30 pesquisadores participaram do II Simpósio de Integração em Pesquisa, realizado por meio do Centro Multiusuário para Análise de Fenômenos Biomédicos da Universidade do Estado do Amazonas (CMABio/UEA), nesta segunda-feira (28).

O tema debatido ao longo da programação foi a “Infraestrutura científica no estado do Amazonas para apoio em estudos sobre a biodiversidade amazônica e sua utilização na obtenção de novos biofármacos”.

O reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, participou da abertura do evento, ocorrido de forma híbrida na Escola Superior de Tecnologia (EST/UEA).

Essa é uma discussão estratégica para o Amazonas, especialmente neste momento delicado de nossa história. Chegaremos ao final do dia com conclusões importantes sobre os rumos que tomaremos em 2022 para a produção científica no Estado. Ficamos felizes com o apoio de todos que têm se unido no esforço de fazer ciência de qualidade na região”, disse o reitor.

O coordenador do Simpósio, Wanderley de Souza, ressaltou que o apoio da UEA e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) foram primordiais para a realização do evento.

Nosso foco central é a área biológica, o conhecimento da biodiversidade da região amazônica e a utilização desses saberes na geração de produtos que tenham impacto na economia local. Convidamos uma série de pessoas que têm uma relação direta com essa temática”, pontuou.

Na oportunidade, foi realizada a assinatura do Memorando de Entendimento entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Para nós é motivo de alegria assinar esse protocolo, pois quando as instituições se aproximam, mantendo as suas características, as convergências fazem com que seja possível estabelecer parcerias consistentes”, avaliou Márcia Perales, diretora-presidente da Fapeam.

A programação segue nesta terça-feira (29/03), com o tema “Avanços em conhecimentos básicos e clínicos sobre Trypanosoma cruzi, Leishmania, Plasmodium e as doenças por eles causadas”.

Participantes

Entre os presentes confirmados no primeiro dia do evento estiveram ainda a infectologista e pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da UEA, Maria Paula Mourão; o diretor da ESA, Diego Regalado; o secretário de Pesquisa e Formação Científica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Marcelo Morales; o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Evaldo Vilela; a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade Lima; o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Manoel Fernandes Amaral Filho.

Participaram ainda o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Jerson Lima; a presidente da Fapeam, Márcia Perales; o coordenador de cooperação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Laurindo Campos; o pesquisador do Inpa e diretor da Academia Brasileira de Ciência (ABC) para Região Amazônica, Adalberto Val; e o diretor do Museu da Amazônia (Musa), Ennio Candotti.

Foto: Daniel Brito/Ascom UEA

*Agência Amazonas

Edição Web: Bruna Oliveira

Leia mais:

Pesquisa estuda a produção de anticoncepcional masculino

Mulher na ciência: pesquisadora coordena acervo de microorganismos da Amazônia

Pesquisadores descobrem nova planta nativa na Amazônia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.