×
Operação Lava Jato

STF suspende último processo pendente contra Lula por Lava Jato

Esse processo contra Lula trata de um suposto tráfico de influência na compra de caças Gripen, fabricados na Suécia, destinados à Aeronáutica brasileira

Brasília (AM) – O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski suspendeu hoje a última ação penal pendente contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) resultante da investigação da Operação Lava Jato na Justiça.

Esse processo contra Lula trata de um suposto tráfico de influência na compra de caças Gripen, fabricados na Suécia, destinados à Aeronáutica brasileira.

O pedido de suspensão foi realizado pela defesa do ex-presidente, que criticou a conduta da Lava Jato contra ele e alegou que havia um plano de utilizar o direito para atacar tanto Lula quanto sua defesa.

No recurso, os advogados do petista utilizaram mensagens vazadas do ex-coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, nas quais ele “tentava construir uma denúncia” contra Lula “envolvendo a aquisição de caças da marca Saab/Gripen para equipar as Forças Armadas”.

Outras mensagens trocadas corroboram a tese da defesa de que haviam grupos se organizando para denunciar falsamente o ex-presidente.

Hoje, Lewandowski seguiu a decisão do Juiz da 10ª Vara Criminal Federal do Distrito Federal, que acatou o pedido dos advogados de Lula para “suspender cautelarmente a tramitação da Ação Penal”.

A ação é a quarta contra o ex-presidente pela Lava Jato. As outras são os casos do tríplex do Guarujá, arquivado; o sítio de Atibaia, anulado; e o Instituto Lula, que também sofreu suspensão.

Leia mais:

Bancada do AM no Congresso anuncia ações no STF e TSE para barrar redução do IPI

STF: relator vota para suspender aumento bilionário do fundo eleitoral

Wilson Lima anuncia ação no STF contra mudanças no IPI que prejudicam ZFM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.