×
prisão

Chefona do PCC é presa a caminho de “reunião” da facção

Liderança do PCC, Maria Aluilma Campos da Silva, 56 anos, também já foi indiciada depois de churrasco em comemoração à morte de policiais

Barueri (SP) – Apontada pela Polícia Civil do estado como uma importante liderança do Primeiro Comando da Capital (PCC) no litoral paulista, Maria Aluilma Campos da Silva, de 56 anos, foi presa em flagrante, na quinta-feira (26), quando se dirigia para um “resumo”, como são chamadas as reuniões da facção, em Barueri, na Grande São Paulo. Outros dois criminosos também foram detidos.

No encontro, segundo investigações do 1º DP de Carapicuíba, a mulher iria debater com outras lideranças criminosas da região sobre o “desvio de conduta” de um traficante de drogas, identificado somente como “Gordo”.

O objetivo da viagem até a Grande São Paulo foi confirmado com base em mensagens trocadas, via celular, entre a líder da facção no litoral e integrantes da organização criminosa.

No carro abordado pelos policiais, ocupado por Maria e um homem, apontado como companheiro dela, foram encontradas pedras de crack, além de porções de cocaína e maconha.

Após a prisão do casal, os policiais foram até o endereço onde ocorreria o “resumo” dos criminosos, em uma residência pertencente à líder da facção, na cidade de Barueri, onde foram encontrados dois tijolos de maconha, 94 porções da mesma droga, e 45 papelotes de cocaína. No local também foi preso um comparsa do grupo.

Além de Maria, foram presos e indiciados por tráfico e associação com o tráfico de drogas Matheus Beserra Lemos, de 24 anos, e Pedro Henrique Nascimento Lemos, 28.

*Com informações do Metrópoles

Leia mais:

Mulher é achada morta em casa de homem que conheceu no forró

Homem que ameaçou ministros do STF é solto após decisão

Israel determina que população de Gaza vá para o Sul após ampliação de ataques

Entre na nossa comunidade no Whatsapp!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *