×
Esperança

Ex-esposa de paraquedista chega a Manaus para acompanhar buscas

Em entrevista coletiva no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), ela disse ter esperanças de que o advogado seja encontrado com vida

Manaus (AM) – Jéssica Santos, ex-esposa do paraquedista Luiz Henrique Cardelli, chegou a Manaus na madrugada deste domingo (17) e acompanha as buscas pelo advogado, junto ao Gabinete de Crise do Governo do Estado do Amazonas.

Em entrevista coletiva no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Aleixo, Zona Leste da capital, ela diz ter esperanças de que o advogado seja encontrado com vida.

“Eu tenho essa esperança porque o Luz é muito forte. Ele foi militar por muito tempo. Então, ele não iria desistir fácil e estou certa de que ele vai, sim, ser encontrado com vida, ainda. Estou me inteirando, agora, do que está acontecendo, tem um efetivo, algumas outras equipes e temos que encontrar ele com vida. Todos da família estão nessa expectava”, afirma.

Buscas

Ainda na manhã deste domingo (17), o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros (CBMAM), Orleilso Muniz, disse que as estruturas das forças de segurança que fazem as buscas pelo paraquedista foram reforçadas.

 “Nós estamos com 96 servidores. Aliado a isso, temos outras estruturas, inclusive, do aeroclube, que está apoiando. Temos, agora, seis embarcações do sistema de segurança pública; Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Marinha e Exército que incorporou a nossas estruturas. Temos a aeronave da Força Aérea Brasileira, com possibilidade de as aeronaves do Aeroclube apoiarem de forma coordenada”, comenta.

Sobre o raio de atuação das buscas, Orleilso Muniz afirma que foram ampliadas.

“Até a região do Puraquequara. Tanto em água, quanto nas margens em terra. Nós temos nossas equipes de terra que estão fazendo contato com as pessoas, com os canoeiros, ribeirinhos que navegam, diariamente, nos nossos rios.  De maneira que permaneceremos nas buscas, já estamos com as equipes atuando, fizemos uma reunião de coordenação e todos os servidores estão em campos e persistiremos na operação enquanto não encontrarmos o paraquedista desaparecido”, disse.

“Quanto mais o tempo passa, a possibilidade de vida vai diminuindo, segundo as estatísticas, mas não descartamos a hipótese de ele ainda estar vivo. Seguiremos as buscas até que, tecnicamente, seja inviável a continuação. Mas, por hora, estão mantidas as buscas”, completou.

Leia mais:

Corpo de Bombeiros segue no 3º dia de buscas ao paraquedista Luiz Cardelli

Buscas pelo paraquedista Luiz Cardelli continuam nas proximidade da Ponte Rio Negro

“Saíram do avião com área de pouso no visual”, diz paraquedista de Manaus sobre acidente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.