×
Buscas

Buscas pelo paraquedista Luiz Cardelli continuam nas proximidade da Ponte Rio Negro

Todas as forças de segurança estão sendo empregadas para encontrar o paraquedista

Manaus (AM) – O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) e o Gabinete de Crise do Governo do Estado continuam as buscas pelo paraquedista Luiz Henrique Cardelli, advogado curitibano que estava no grupo que foi afetado pela forte chuva durante o salto, na sexta-feira. As buscam acontecem, neste sábado (16), nas proximidades da Ponte Rio Negro.

O trabalho recomeçou às 6h30 e, ainda pela manhã, o corpo da paraquedista Ana Carolina Silva foi encontrado por volta de 7h30, no distrito do Cacau Pirêra, município de Iranduba (distante a 27 quilômetros de Manaus), quando foi resgatado da água.

O Comandante Geral dos Bombeiros, Cel. Orleilso Muniz, disse, durante coletiva de imprensa no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus, na manhã deste sábado (16), que todas as estruturas de socorro estão sendo empregadas para encontrar Luiz Cardelli.

“Todas as forças de resposta estão com cinco embarcações, embarcação da Marinha e mais uma aeronave. Fizemos o resgate da vítima Ana Carolina nas proximidades do Cacau Pirêra e lamentamos muito. Integramos a estrutura o nosso grupamento de drones em toda área de interesse”,

explica.

Ainda segundo o comandante, houve a informação de que um material semelhante a um paraquedas foi avistado no porto do Chibatão, mas nada foi localizado.

O corpo de bombeiros pede que a população ajude com informações, mas que evite trotes para não atrapalhar as buscas.

“Pedimos que passem informações qualificadas. Se você observou algo que se assemelha a um corpo, informe as autoridades. Porém, evitem os trotes, pois aproveitar-se da situação para isso faz com que desloquemos recursos para um local em vez de procurarmos onde a vítima poderia estar”,

afirma.

Relembre

Ao todo, 14 paraquedistas decolaram do Aeroclube de Manaus na tarde desta sexta-feira (15). Após a forte chuva, acompanhada dos ventos, 10 conseguiram aterrissar em segurança e 4 tiveram sua rota de pouso alterada. Destes, 2 conseguiram pousar nas margens do rio de forma precária e os outros 2, Ana Carolina e Luiz Cardelli, cariam na água, nas proximidades da Ponte Rio Negro.

Leia mais:

Vídeo: paraquedistas fazem pousos de emergência e um desaparece em Manaus após forte chuva

Corpo de paraquedista é encontrado próximo ao Cacau Pirêra

Ventania derruba árvores durante chuva em Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.