×
Contexto

Presidente da Aleam vai a Wilson Lima propor frente de luta contra alta dos combustíveis no Estado

Em Manaus, há postos comercializando o combustível a R$ 7,19. No interior, o combustível chega a R$ 7,99 em Parintins, no Baixo Amazonas, e R$ 7,50 em Tefé, no Médio Solimões

Divulgação

Preocupado com a absurda alta dos combustíveis no Amazonas, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Roberto Cidade (UB), vai propor ao governador Wilson Lima a formação de uma frente política de combate aos abusos cometidos em função da crise gerada pelos constantes reajustes da Petrobras.

“Sabemos que essa é uma matéria da esfera federal, mas nós temos que questionar, buscar soluções, nos unir e saber o porquê de o preço da gasolina estar tão elevado”, discursou Cidade ontem na Aleam, confessando indignação com os abusos perpetrados na capital e no interior.

Em Manaus, há postos comercializando o combustível a R$ 7,19. No interior, o combustível chega a R$ 7,99 em Parintins, no Baixo Amazonas, e R$ 7,50 em Tefé, no Médio Solimões.

Cobrar o Governo

Segundo Cidade, a frente mista, constituída de parlamentares e agentes do Governo Estadual, deverá cobrar do Governo Federal a adoção de medidas urgentes que contenham os abusos descontrolados.

“Temos que cobrar o Governo Federal para que ele tente reduzir os impostos, baratear o combustível”, expressou o comandante da Aleam. Ele diz que as maiores reclamações que recebeu em suas recentes visitas ao interior envolveram a alta dos combustíveis.

“Aula de geografia”

De acordo com o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), a AGU (Advocacia Geral da União) mostrou desconhecer geografia ao contestar a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que suspendeu decretos do Governo Federal que reduzem o IPI de vários produtos fabricados na Zona Franca de Manaus.

Para o deputado, o advogado-geral Bruno Bianco Leal ignorou geografia ao afirmar que a distância do Amazonas, em relação às áreas de ampla concorrência industrial, como São Paulo, não afeta a logística dentro do mercado consumidor.

“É um absurdo o que o advogado-geral da União escreveu, a AGU precisa de uma aula de geografia”, reagiu Serafim em pronunciamento na Aleam.

Ônibus elétricos

Recursos da ordem de R$ 35 milhões, repassados pelo governador Wilson Lima (UB) ao prefeito David Almeida (Avante), possibilitarão a aquisição de 12 ônibus elétricos para a cidade de Manaus.

O gordo repasse foi anunciado ontem pelos dois mandatários que formalizaram o convênio para a aquisição dos modernos veículos dotados de tecnologia avançada e não poluente.

Mais veículos

Conforme David Almeida, além dos ônibus elétricos, a Prefeitura de Manaus aguarda a chegada de 100 novos ônibus que vão proporcionar mais conforto e segurança aos usuários de transporte coletivo na capital.

Os novos veículos chegarão a Manaus, no máximo, até o final de agosto, informa o prefeito.

Repúdio

Presidente da Comissão da Mulher, da Família e do Idoso da Assembleia Legislativa, a deputada estadual Alessandra Campêlo (PSC) repudiou a violência sofrida pela jovem Tayane Caldas, de 18 anos, que teve o rosto tatuado à força pelo ex-companheiro.

“Me doeu muito, me causou horror a notícia da jovem que foi tatuada à força com o nome do ex-namorado simplesmente porque ele não aceitava o fim do relacionamento”, desabafou a parlamentar em discurso, ontem, protestando contra o ato de violência contra a mulher ocorrido na cidade de Taubaté, São Paulo.

Lula ataca

No Twitter, o presidenciável Lula (PT) disparou ataques ao presidente Jair Bolsonaro (PL) por desprezar o modelo Zona Franca de Manaus.

“A Zona Franca de Manaus é importante para a economia do Estado e do Brasil. As pessoas precisam de salário, de emprego. Eu me pergunto: se não existir a Zona Franca, onde essas pessoas vão trabalhar?”, escreveu Lula.

Medalha a Raylan

Em concorrida sessão especial, a Assembleia Legislativa homenageou ontem o prefeito Raylan Barroso, de Eirunepé, com a Medalha Ruy Araújo.

A sessão, de autoria do deputado estadual Belarmino Lins (PP), foi prestigiada pelo ex-governador José Melo (Pros) e pelo deputado federal Sidney Leite (PSD), além do presidente regional do União Brasil, Pauderney Avelino, e do ex-deputado estadual Luiz Castro (PDT).

Impositiva

Por meio de emenda impositiva, o deputado Dermilson Chagas (Republicanos) contemplou o município de Autazes com recursos da ordem de R$ 500 mil para serem investidos em educação.

A emenda foi paga pelo Governo do Amazonas no dia 5 de abril de 2022.

Projeto de Nação

Um documento intitulado Projeto de Nação, produzido por militares bolsonaristas ligados ao Instituto General Villas Bôas, Instituto Federalista e a Consultoria Sagres, Política e Gestão Estratégica Aplicadas, propõe soluções para os problemas vividos hoje pelo país.

O documento foca sete eixos temáticos: geopolítica mundial; governança nacional; desenvolvimento nacional; ciência, tecnologia e educação; saúde, e segurança e defesa nacional.

“Globalismo”

O documento dos militares defende o liberalismo econômico associado ao conservadorismo e acusa o “globalismo” de ser um “movimento internacionalista cujo objetivo é massificar a humanidade, progressivamente, para dominá-la”.

Conforme o documento, uma “Elite Financeira Mundial”, constituída por megainvestidores, bancos transnacionais e outros entes megacapitalistas, estaria financiando “lideranças nacionais”, não importando as ideologias que professem”, para as submeter aos seus interesses exclusivos.

Integração

Em capítulo destinado a Amazônia, os militares defendem a total integração da região ao resto do país até 2035 com uma infraestrutura de transporte e energética regional visando à formação de um mercado interno da Bacia Amazônica.

Focando essa meta, os militares pregam a flexibilização das leis para a exploração de minérios e a total revitalização da BR-319.

A BR-319, como se sabe, até aqui revelou-se uma meta frustrante do governo Jair Bolsonaro.

Conselheiros tutelares

A Assembleia Legislativa (Aleam) abriu inscrições para a quarta edição do Curso de Capacitação para Conselheiros Tutelares do interior do estado, que tem o objetivo de alcançar todos os 62 municípios até o fim de 2022.

A iniciativa é da Comissão de Promoção e Defesa das Crianças, Adolescentes e Jovens da Casa, presidida pelo deputado Álvaro Campelo (PV).

Para se inscrever, o conselheiro deve acessar o endereço digital e preencher as opções disponíveis: https://forms.gle/TMotmqkc7sGgGJkt6.

Nando Reis

O segundo lote de ingressos para o show de Nando Reis em Manaus está esgotado. O show acontecerá em dia 17 de junho, a partir das 21h, no Centro de Convenções Stúdio 5, Zona Sul de Manaus.

Neste último lote serão disponibilizados 1500 ingressos nos seguintes valores: pista R$ 125, arquibancada R$ 175, Frisa R$145 e Mezanino Budweiser Rockstar R$ 355.

Todos os ingressos são vendidos no valor de meia-entrada social e os valores são correspondentes para venda física e pagamento em dinheiro. Compras online, com cartão de crédito e parceladas, estarão sujeitas a taxas.

Leia mais:

Musk na Amazônia

STF precisa se manifestar

Era uma vez a BR-319

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.