×
PREÇOS MAIS ALTOS

Inflação para famílias pobres tem maior taxa para fevereiro desde 2015

Em fevereiro, os produtos alimentícios tiveram inflação de 1,25%

Índice subiu 1% no mês; em janeiro, taxa havia sido de 0,67%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a variação da cesta de compras de famílias com renda de até cinco salários mínimos, registrou inflação de 1% em fevereiro deste ano. A taxa é superior à observada em janeiro (0,67%) e a maior para um mês de fevereiro desde 2015 (1,16%).

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa do INPC ficou um pouco abaixo da observada pelo IPCA, que mede a inflação oficial e que registrou variação de 1,01%.

Em 12 meses, o INPC acumula taxa de 10,80%, acima dos 10,54% registrados pelo IPCA.

Em fevereiro, os produtos alimentícios tiveram inflação de 1,25%. Já os não alimentícios tiveram alta de preços de 0,92%.

Juros aumentam

Os contratos de juros de referência para empréstimos e financiamentos subiram nesta sexta-feira (11), após a entrada em vigor do aumento no preço dos combustíveis pela Petrobras e a divulgação da maior inflação para fevereiro desde 2015.

As taxas de Depósitos Interbancários (ID) de curto prazo subiram 13,1% ao ano, alta de 0,2 ponto percentual em relação à última quarta-feira (9), antes do anúncio dos aumentos pela Petrobras.

Embora os contratos de DI sejam negociados apenas entre bancos, eles servem de referência para os empréstimos e financiamentos ao consumidor final.

Esta alta indica que o mercado está esperando um aumento mais agressivo na taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic.

*IG

Leia mais:

Após AM superar risco para ZFM, governador fala sobre busca de nova economia

Amazonas tem queda de 1,7% na vendas do comércio em janeiro

Gasolina, diesel e gás de cozinha ficam mais caros a partir desta sexta

Edição Web: Jonathan Ferreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.