×
Dia das Mães

Loja Maçônica Esperança e Porvir Nº 1 promove sessão em homenagem ao Dia das Mães

A loja maçônica mais antiga do Amazonas comemorou o Dia das Mães com uma sessão especial

Foto: Divulgação

Manaus (AM) – Cumprindo tradição da Maçonaria e reconhecendo o valor da mulher, a Loja Maçônica Esperança e Porvir Nº 1 realizou, neste sábado (7), a “Sessão Branca” (Reunião com Maçons e não Maçons) em homenagem ao Dia das Mães. O templo, localizado na Bernardo Ramos, no Centro de Manaus, recebeu mães, esposas, cunhadas e convidados especiais.

A sessão, carregada de homenagens especiais e emoções, exalta a importância das mulheres para maçonaria, principalmente mães e esposas, que são essenciais na decisão dos homens em participar da organização.

O Venerável Mestre da loja, que é a mais antiga do Amazonas, Bruno Gimack Salgado, revelou que o evento de 2022 é mais do que especial, pois é o retorno da tradição, já que não era realizado há dois anos devido a pandemia.

Bruno Gimack é o Venerável Mestre da loja. Foto: Reprodução

“Esse é um evento que temos dentro da tradição maçônica. E fazemos a ritualística, que é justamente, essa homenagem para as mães. E nesse reconhecimento, entregamos rosas, fazemos algumas declarações, mostrando a importância das mães para todos”.

Durante a sessão especial, uma das tradições é levar a mãe mais idosa e a mais nova ao altar, para que elas representem todas as mães que estão ali. Na ocasião, as homenageadas receberam um lindo buquê de rosas e palavras que exaltam a importância da mulher na sociedade.

A mãe mais nova, Fernanda Passos, e a mãe mais experiente, Yolanda Bastos

A mãe mais idosa foi Yolanda Bastos de Moraes, de 87 anos, que ressaltou a felicidade que sentiu ao receber um buquê de flores e ter sido uma das representantes das homenageadas durante a cerimônia.

Avó de um dos membros, Yolanda se impressionou com o ritual e com as partições dos jovens DeMolays, que também prestaram uma emocionante homenagem às mães.

“Ritual muito bonito, uma cerimônia muito séria, jovens participando, eu achei muito interessante, muito feliz de ter meu neto participando e de ter recebido aquelas flores”,

declara a homenageada mais experiente.

Além de ser a mãe mais nova em idade, Fernanda Passos, de 30 anos, também está adentrando à maternidade. Grávida de 8 meses, de um menino chamado Bruno, a mais nova mamãe ficou feliz de passar o primeiro Dia das Mães sendo homenageada.

Fernando Passos, de 30 anos de idade, está grávida de 8 meses. Foto: Reprodução

“Foi uma surpresa muito grande, eu não conhecia a ritualística e foi muito emocionante ser homenageada desta maneira, podendo participar desta forma, recebendo as flores, foi muito gratificante”,

declarou a mãe mais nova.

As outras mães presentes também não deixaram de ser presenteadas e receberam rosas vermelhas dos esposos e filhos. A tradição não esqueceu daqueles que não possuem mais mãe em vida, e disponibilizou uma rosa para homenageá-las.

Veja um trecho:

A importância da mulher na maçonaria

Foto: Divulgação

Na maçonaria, a mulher tem um papel essencial na entrada de um novo membro na organização. O homem só pode entrar, caso a mãe ou a esposa – se for casado – autorizarem a entrada dele.

O Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Amazonas (Glomam), Marcelo Peixoto, destacou que o ritual é uma tradição muito antiga e lembrou que sem a mulher, não existiriam os maçons.

Marcelo Peixoto destacou a importância do ritual. Foto: Reprodução

“Fazemos isso por um respeito a mulher, um respeito a mãe. Porque sem a mulher, jamais teriam os maçons. A mulher permite, inclusive, que você tenha acesso a maçonaria. Quando o iniciante adentra a maçonaria, a gente pergunta para mãe, e se ele é casado para esposa”.

Além de ser organizado pelos membros da instituição, o evento ainda contou com a participação de esposas para que acontecesse. O presidente da comissão de eventos, Eduardo Leite, revelou que seu braço direito na organização foi a mulher, Ellen Leite.

Eduardo destacou que a participação da esposa foi essencial, já que um dos preceitos da maçonaria é a dedicação a família.

“A parceria é muito mais do que simplesmente a organização. Ela é minha esposa há 23 anos e eu sou maçon há 11 anos. Então, assim, a nossa história se mistura com a maçonaria. A Instituição Maçônica preza pela família e nós temos uma tríade, do grande arquiteto do universo, que é Deus, nosso senhor, em primeiro lugar, em segundo lugar a família, depois a ordem. A participação dela é de suma importância”, disse o presidente da comissão.

O casal Eduardo e Ellen está casado há 23 anos e participou da Sessão Branca. Foto: Reprodução

Ellen se sentiu muito feliz de ter participado e reconheceu o quanto a instituição preza pela família. E principalmente, nesta data, a esposa se sente feliz em ajudar e participar ao lado do marido.

“É um sentimento de alegria. A maçonaria preza muito a família. Então é muito importante estarmos inseridas neste contexto, de trazer os filhos, e nós esposas, que estamos sempre do lado deles, ajudando com o que for necessário, é maravilhoso, poder fazer parte”, disse Ellen, que foi uma das que mais ajudou para que o evento acontecesse.

Ordem DeMolay também presta homenagens às mães

Em uma homenagem significativa e emocionante, os integrantes da Ordem DeMolay Capítulo Unidos da Esperança nº 29, que é um grupo de jovens patrocinado e apoiado pela maçonaria, também participaram do ritual e promoveram sessão magna para as mães.

Usando sete velas representativas, os participantes – que vão de 12 a 21 anos – desferiram palavras de reconhecimento e visibilidade dos feitos da mãe.

Em um dos momentos mais emocionantes do ritual, os DeMolays homenagearam a falecida mãe de um dos integrantes, entregando de forma significativa a rosa branca durante a cerimônia das rosas.

Matheus Sensine falou um pouco sobre a homenagem a mães falecidas. Foto: Reprodução

Um dos membros da Ordem, Matheus Sensine, destacou o prestígio da sessão magna e o quanto elas são significativas para os DeMolays.

“Nós falamos na Ordem DeMolay que nenhuma das nossas atitudes ou gestos, serão palavras vazias. A importância de uma sessão magna, com toda a sua ritualística, é despertar o amor fraternal que nós temos como filhos, para nossas mães. Hoje nós tivemos duas cerimônias: as das velas e a das flores”, contou o jovem DeMolay.

Confira a reportagem de Bianca Fatim no evento:

Leia mais:

Grande Loja Maçônica do AM promove feijoada em comemoração aos 150 anos

Abrigo Monte Salém recebe doação de leite da instituição maçônica Esperança e Porvir em Manaus

‘Bazar da Solidariedade’ em educandário de Manaus precisa de doações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.