×
Palestra

Amazônia é riquíssima em casos ufológicos, diz especialista Ademar Gevaerd

Uma das possibilidades que deve atrair a presença de extraterrestres na Amazônia, conforme o ufólogo, é a grande biodiversidade presente na região

Ademar Gevaerd é um dos maiores ufólogos do Brasil - Foto: Bianca Ribeiro/ Em Tempo

Manaus (AM) – Em um universo infinitamente vasto, a possibilidade da existência de seres, além daqueles que vivem no planeta Terra, são enormes. Essa discussão ganhou ainda mais força após o vazamento de mais de 1,5 mil documentos pelo Pentágono, em 2017, a respeito de Objetos Aéreos Não-Identificados (Ovnis). Um dos maiores ufólogo do país, Ademar Gevaerd teve acesso aos documentos.

O pesquisador abordou o assunto em Manaus, na última quinta-feira (13), na palestra “Abertura Ufológica Global e Definitiva”, que foi realizada às 20h no auditório da Escola Superior de tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA/EST).

Ocorrências na Amazônia

Ao Em Tempo, o ufólogo contou que a Amazônia possui um conjunto casuístico extremamente rico, sendo um dos maiores do planeta. Ou seja, é uma região onde acontecem diversas ocorrências que envolvem os UFOs, sigla em inglês referente aos Ovnis.

“Meu método de pesquisa é alugar um barquinho, subir o rio e ir falando com os ribeirinhos. Eles têm muitas histórias para contar. Há cada dez ribeirinhos com os quais você conversa, nove tem histórias fantásticas. Inclusive, histórias de objetos que saem dentro da água, ficam sobrevoando o rio a uma certa altitude e depois somem no espaço”,

conta o ufólogo.

A maioria das histórias que o pesquisador ouviu dos ribeirinhos envolve o aparecimento de seres com imagens similares a de objetos conhecidos na realidade onde vivem. Um dos entrevistados vive em Acajatuba (distante a 54 quilômetros de Manaus), em um casebre isolado. Ele contou para o pesquisador Gevaerd que viu um castelo sair de dentro d’água.

“Eu disse ‘como assim um castelo? ’, e era uma coisa feita de lata que tinha luzes ao redor e ele associou a um castelo. Quer dizer, foi a descrição que ele achou que era. As pessoas descrevem aquilo que elas veem em termos daquilo que elas conhecem ou supõem. São casos típicos da região, onde você for, vai encontrar descrições desse tipo”, disse o ufólogo.

Uma das possibilidades que deve atrair a presença de extraterrestres na Amazônia, conforme o ufólogo, é a grande biodiversidade presente na região. “Uma das coisas mais bonitas no planeta é a floresta amazônica”, conta o pesquisador.  

O ufólogo Ademar Gevaerd é o editor da revista UFO – Foto: Bianca Ribeiro/ Em Tempo

Acobertamento de registros

Entre os pontos abordados na palestra, o ufólogo explicou que o primeiro país a adotar uma política de acobertamento ufológico foi o Estados Unidos da América. Assim, cita agências do país como a Federal Bureau of Investigation (FBI), a Agência de Segurança Nacional (NSA), a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa) e o Pentágono, responsáveis por esconder centenas de documentos e de gravações de seres extraterrestres da terra.

Além disso, muitos líderes do EUA, como os presidentes Ronald Reagan, John F. Kennedy, Ronald Reagan e Obama tiveram acesso às informações secretas envolvendo informações ufológicas.

Durante a palestra, o pesquisador exibiu cerca de três vídeos vazados do Pentágono em 2017, registradas por pilotos da marinha dos Estados Unidos em 2004 e em 2015.  Em um dos vídeos, o objeto voador não identificado possuía uma forma elíptica e se movia em uma velocidade além do normal. Também fazia movimentos impossíveis de serem realizados até mesmo pelas aeronaves mais modernas.

“São imagens captadas pelos radares dos caça a jatos desses pilotos, que custam milhões de dólares e que são extremamente sensíveis. Paulatinamente, fica mais evidente que o governo norte americano sabe muito mais do que admite sobre os discos voadores”, conta.

Por fim, o palestrante afirmou que, enquanto a humanidade travar guerras, e perpetuar problemas como a fome, a falta de moradia, e outras necessidades básicas que não são asseguradas para todos, o contato formal entre extraterrestres e os seres humanos não vai acontecer.

Leia mais:

Ufólogo palestra em Manaus sobre abertura de arquivos do Pentágono

Pesquisadores encontram interação inédita entre botos e anaconda

Pesquisadores descobrem nova planta nativa na Amazônia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.