×
Vazamento de dados

PGR pede novamente para STF arquivar inquérito contra Bolsonaro

Em novo parecer sobre suposta quebra de sigilo, a vice-procuradora-geral afirma que manter o processo configura abuso investigatório

Brasília (DF) – A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou novo parecer, nesta segunda-feira (1º), reafirmando o pedido para que o Supremo Tribunal Federal (STF) arquive inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro (PL). O mandatário é investigado por suposto vazamento de dados sigilosos sobre ataque hacker contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No documento assinado pela vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, a PGR argumenta que o ministro Alexandre de Moraes violou o sistema acusatório, ao determinar novas medidas para dar prosseguimento à investigação.

“O órgão de representação da União evidenciou a ‘absoluta ausência de necessidade para nova remessa dos autos à Polícia Federal, fato que per se, diante do conteúdo definitivo e conclusivo das últimas manifestações da Procuradoria-Geral da República, revela injustificável excesso de prazo e abuso investigatório’”,

destaca a representação.

Lindôra também negou que o titular da PGR, Augusto Aras, tenha agido de maneira irregular ao pedir o encerramento da apuração referente ao inquérito. A magistrada alegou que o procurador-geral da República atuou de forma técnica, isenta de “qualquer desiderato [desejo] de prejudicar ou beneficiar determinadas pessoas”.

“Sendo evidente violação da própria Constituição Federal a pretensa responsabilização, inclusive no âmbito criminal, do procurador-geral da República por aqueles que discordam da sua convicção jurídica”, pontuou.

*Com informações do Metrópoles

Leia mais:

PGR pede prisão domiciliar para homem que ameaçou agredir ministros do STF

Homem que ameaçou virar ministros de “cabeça para baixo” deve seguir preso, diz PGR

Omar Aziz critica solicitação da PGR para arquivar cinco investigações contra Bolsonaro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.