×
Cobrança

Moro, Doria, d’Avila e Tebet cobram que governo se posicione em defesa da Ucrânia

Os pré candidatos pedem ao governo brasileiro “que se posicione e que una às nações que defendem a soberania” do país do leste europeu

Divulgação

Brasília (DF) – Os pré-candidatos à Presidência da República Sérgio Moro (Podemos), João Doria (PSDB), Simone Tebet (MDB) e Felipe d’Avila (Novo), publicaram, nas redes sociais nesta terça-feira (1), um manifesto assinado em conjunto em apoio à Ucrânia, em que pedem ao governo brasileiro “que se posicione e que una às nações que defendem a soberania” do país do leste europeu.

O texto ainda diz que não há espaço para neutralidade quando os princípios da defesa da paz, da soberania nacional e da legitimidade da ordem internacional são violados.

O ataque militar à Ucrânia, diz o comunicado, “coloca em risco a soberania de países que lutaram contra os tiranos por liberdade e inserção na comunidade das nações”.

*Com informações do Isto É

Leia mais:

Jogadores de futebol morrem enquanto serviam ao exército da Ucrânia

Presidente ucraniano é aplaudido em Parlamento Europeu: “Provem que não nos abandonarão”

Bolsonaro diz que “não tem o que conversar” com presidente ucraniano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.