×
PALESTRA

Adaf faz palestra sobre comunicação oficial nos estabelecimentos de inspeção permanente

Objetivo da atividade foi orientar profissionais que atuam nos abatedouros e frigoríficos e facilitar comunicação com autarquia

Adaf promove palestra remota
A previsão é de que outros encontros do tipo sejam realizados pela Adaf de forma periódica. - Divulgação/Adaf

Manaus (AM) – A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) promoveu, nesta quinta-feira (24), uma palestra on-line sobre a Comunicação Oficial nos Estabelecimentos de Inspeção Permanente.

Ministrada pela fiscal agropecuária e médica veterinária da Coordenação de Abatedouros Frigoríficos, vinculada à Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Gipoa) da Adaf, Lilian Toffanetto, a atividade teve como objetivo facilitar a troca de informações entre os fiscais da autarquia e os responsáveis técnicos que atuam nos abatedouros e frigoríficos do Amazonas.

Responsáveis por zelar pelo funcionamento adequado dos planos de autocontrole dos estabelecimentos que atuam no abate de bovídeos, aves, suínos e pescado, os responsáveis, consultores técnicos, veterinários e auxiliares do Serviço de Inspeção Estadual tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre o preenchimento de documentos relacionados à constatação de inconformidades nos estabelecimentos do tipo, assim como, sobre os prazos a serem cumpridos para o envio de respostas ao órgão de fiscalização.

Nosso objetivo com esse encontro é ter coparticipação e dividir as responsabilidades, pois o fiscal deve saber como cobrar e o estabelecimento como deve responder. É muito importante que informações relacionadas a limpeza correta do curral, o não uso de utensílios domésticos na higienização das máquinas e o descarte de materiais inservíveis sejam entendidas. A intenção é trocarmos experiência e informações e cobrar com responsabilidade, afinal o objetivo é comum: ter um produto com cada vez mais qualidade”, destacou Lilian.

O fiscal do Serviço de Inspeção Estadual atualmente lotado na Unidade Veterinária Local (UVL) de Humaitá (distante 590 quilômetro de Manaus), Ricardo Borges, esteve entre os participantes da palestra e considerou a iniciativa muito produtiva.

A Adaf está de parabéns pela proposta. É exatamente essa autonomia que o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA) prevê”, ressaltou.

A previsão é de que outros encontros do tipo sejam realizados pela Adaf de forma periódica, abordando outros temas de relevância para a melhoria da operacionalização da inspeção de produtos de origem animal e consequentemente da sanidade e qualidade dos alimentos que chegam à mesa das famílias amazonenses.

*Agência Amazonas

Leia mais:

Granjas avícolas produtoras de ovos de Tefé recebem registros da Adaf

Adaf descarta circulação viral da febre aftosa no AM

Adaf assina termo de cooperação técnica para fortalecer ações em Autazes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.