×
Crime Bárbaro

Influenciadora manda “dar susto” no ex ao descobrir traição, mas ele acaba morto

A vítima estava de cueca, com os pés e mãos amarrados por um fio, e com uma blusa tapando o rosto. No pescoço, outro fio foi encontrado

Foto: Reprodução Redes sociais

A blogueira mineira, Isabela Gomes Pereira, de 29 anos, e mais dois suspeitos foram presos na última terça-feira (28). Isa Gomes foi acusada de ser a mentora de um crime bárbaro contra seu ex-companheiro, após descobrir que ele a traiu com uma amiga. Ela decidiu pedir a desconhecidos para darem “um susto” em Leandro Rezende Morais, 36 anos, que acabou sendo assassinado no Bairro Industrial, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Isa Gomes incentivava mulheres a ter amor próprio e autossuficiência nas redes sociais, mas na realidade tinha uma vida cheia de conturbações. Foto: Reprodução Redes Sociais

De acordo com o jornal O Tempo, o crime foi registrado no dia 28 de junho quando um vizinho da vítima acionou a Polícia Militar. O homem estranhou uma manta entre a concertina (barreira de segurança) que divide os dois imóveis, bem como o fato de o portão da casa de Leandro estar aberto. O morador ainda contou ter visto dois homens na garagem do imóvel. Ele se trancou no banheiro e ligou para o 190, da PM.

Ao chegarem no local, os policiais chamaram pela vítima, que não respondeu. Como o portão da casa estava aberto, eles entraram no imóvel e se depararam com o cenário do crime. Foram encontrados diversos objetos espalhados pelo local e, no quarto, acharam o homem morto.

A vítima estava de cueca, com os pés e mãos amarrados por um fio, e com uma blusa tapando o rosto. No pescoço, outro fio foi encontrado.

Segundo a polícia militar, após consultar ao sistema da PM, a corporação identificou ocorrências envolvendo a vítima e a ex-companheira, moradora do Bairro Tirol, na região do Barreiro, em Belo Horizonte. De posse das informações, os militares foram até a casa de Isa Gomes. Questionada sobre o crime, a mulher se mostrou “apreensiva e exaltada”.

Desde 2021, há registro de boletins de ocorrência envolvendo o ex-casal. Em setembro, Isabela procurou uma companhia da PM afirmando que havia sido agredida por Leandro com um tapa no rosto e puxões de cabelo.

Gomes relatou aos policiais que o ex-namorado a teria traído com uma amiga e confessou que, no dia anterior ao crime, foi até a padaria do homem e combinaram de conversar. No entanto, ele teria desmarcado o encontro. Transtornada, por volta das 22h, Isa teria sentado em uma praça, chorando muito, quando um homem se aproximou e perguntou o que havia acontecido.

Ela afirma ter contado o ocorrido e relatado que era agredida pelo ex. Neste momento, o desconhecido então teria se oferecido, de acordo com a acusada, a “dar um susto” nele. Ele pediu que Isa retornasse para a praça à meia-noite. Conforme combinado, ela voltou ao local e não encontrou com a suposta pessoa. No entanto, teria conversado com outros três homens que estavam na praça e a esperavam. Os homens embarcaram no veículo dela, um Jeep Renegade, e foram até a casa da vítima.

A acusada contou à polícia que os suspeitos pularam o muro, e ela teria ficado do lado de fora da residência. Vinte minutos depois, um deles teria saído e ido embora com Isa para a casa dela, onde dormiram juntos. Relatou que foi acordada pela polícia, mas o suspeito já tinha ido embora. A blogueira mostrou, entretanto, fotos de quem seriam dois dos três homens que participaram do crime.

Ambos foram presos em seguida, e um deles relatou, ao contrário da versão da blogueira, que ela esteve na cena do crime. Afirma que o quarteto foi no carro de Isa Gomes até a casa da vítima e rondou o local por cerca de quatro horas. Logo depois, eles decidiram pular o muro. Um dos suspeitos ainda narra que a mulher esteve na casa da vítima e chutou o rosto do ex-namorado, quando ele já estava desacordado e amarrado.

Os suspeitos levaram pertences de valor da casa da vítima como televisão, roupas, perfume e uma sacola com outros objetos de valor. A blogueira e dois acusados, que já foram encaminhados ao sistema prisional, responderão por latrocínio (roubo seguido de morte). “Eles seguem sendo investigados pela Polícia Civil em Inquérito Policial instaurado para a completa elucidação dos crimes”, pontuou a instituição policial por meio de nota, segundo a reportagem de O Tempo.

A vida de Isa Gomes nas redes sociais apresentava lançamentos de cosméticos e postava fotos de produtos. Na vida real, vivia uma relação conturbada e se mostrava uma pessoa ciumenta. No Instagram, ela tem mais de 11 mil seguidores. Diz que é formada em biomedicina estética e diretora executiva de uma marca de cosméticos, a Hidro Glam Gloss.

*Com informações do Metrópoles

Leia mais:

Após fechar parceria com Falcão, Luva de Pedreiro posta indireta para ex-empresário

Empresário de Luva de Pedreiro se manifesta após polêmicas e nega rompimento

Artista amazonense Hannah Gonçalves lança exposição em Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.