×
Denúncia

Tesla é processada por injúria racial contra funcionários

A montadora do blionário Elon Musk enfrenta cerca de dez processos de discriminação racial generalizada ou assédio sexual

Divulgação

Funcionários e ex-trabalhadores negros da montadora Tesla entrataram com uma ação contra a empresa, nessa quinta-feira (30), por injúria racial. De acordo com a agência de notícias britânica Reuters, os colaboradores alegam que foram submetidos a abuso racial e assédio nas unidades produtivas da corporação.

Na ação, os funcionários da montadora do bilionário Elon Musk contam terem sido assediados de forma sexual e moral por colegas, gerentes e funcionários de recursos humanos da empresa. O processo foi aberto em um tribunal estadual da Califórnia, nos Estados Unidos.

Termos como “nigger” (expressão com forte conotação racista nos Estados Unidos), “escravidão” ou “plantation” (as antigas fazendas escravocratas) eram utilizados contra os funcionários negros da fábrica da Tesla em Freemont.

De acordo com as acusações do processo, “procedimentos operacionais padrões da montadora incluem discriminação racial flagrante, aberta e não mitigada”.

A montadora enfrenta outros dez processos de discriminação racial generalizada ou assédio sexual contra funcionários da empresa. Uma das ações é encabeçada por uma agência de direitos civis do estado norte-americano da Califórnia.

*Com informações do Metrópoles

Leia mais:

Griner, estrela da WNBA, é julgada na Rússia por contrabando de drogas

Peru: incêndio florestal coloca Machu Picchu em perigo

Motorista de caminhão suspeito por mortes no Texas usou metanfetamina, diz parlamentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.