×
Protesto

Vídeo: em protesto contra Bolsonaro, Polícia Rodoviária cola bilhete em apreensão de drogas

A mensagem é um protesto da própria PRF contra as promessas não cumpridas d Governo Federal

Foto: Divulgação

Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostrou apreensão de drogas realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Porém, em certo momento, uma situação inédita chamou a atenção: vários recados foram colados nas drogas, com a frase: “PRF, Bolsonaro enganou vocês. A mensagem é um protesto da própria PRF contra as promessas não cumpridas pelo Governo Federal para a reestruturação das carreiras.

O vídeo foi publicado pela  FenaPRF, que escreveu como legenda:

“Mais uma apreensão de cocaína realizada pelos nossos policiais. Mais um prejuízo ao crime organizado. Mas o responsável por este serviço não é nenhum político! Nenhum governante que promete valorizar os policiais e os abandona novamente. O responsável pela defesa da sociedade é o próprio policial! O ser humano que se coloca na defesa da vida e contra o crime organizado. No mês de aniversário de 94 anos da PRF, não tem #NadaAComemorar, mas a sociedade pode seguir contando com cada um de nós!”.  

De acordo com a FenaPRF, as forças de segurança pública federais sentiram “o estigma da desvalorização e ataque aos direitos de seus profissionais, prática, tantas vezes registrada ao longo do governo atual”. 

A entidade ressaltou que Bolsonaro ignorou a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022 após não conceder o reajuste prometido, além de que “o frágil discurso eleitoreiro de defesa da segurança pública não mais encontra espaço ou eco na sociedade brasileira, que passa a enxergar um mandatário que tem se utilizado de expedientes ilusórios”, informou a FenaPRF em nota. 

Confira na íntegra. 

“As entidades que representam as forças de segurança pública da União vêm a público repudiar o descaso promovido pelo presidente Jair Bolsonaro por seu deliberado abandono e ato de menosprezo aos homens e mulheres integrantes das polícias Federal, Rodoviária Federal e Penal Federal. No dia de ontem, (4) de julho, a palavra do senhor presidente da República, tantas vezes empenhada publicamente, verificou-se completamente inócua.

Com o término do prazo legal para a tão esperada, necessária e justa concessão da reestruturação das carreiras policiais da União no ano em curso, as forças de segurança pública federais sentiram, mais uma vez, o estigma da desvalorização e ataque aos direitos de seus profissionais, prática, infelizmente, tantas vezes registrada ao longo do atual governo.

Sob argumentos frágeis de que “não tem de onde tirar o dinheiro” e outros tomados pela falácia, o chefe máximo da nação, deliberadamente, ignora o recurso previsto na Lei Orçamentária Anual de 2022 e caminha, ao longo de seu mandato, sob o manto do esquecimento e completa desvalorização das carreiras policiais, como nunca visto nas últimas três décadas.

A despeito das promessas de campanha e compromissos firmados de fortalecimento da Polícia, por meio do reconhecimento de seu quadro humano, o presidente oculta maldosamente o fato de que os resultados institucionais entregues pelas forças policiais da União são fruto do desprendimento e dedicação dos homens e mulheres que compõem as carreiras da PF, PRF e DEPEN. Tais resultados já eram alcançados muito antes de seu governo e assim seguirão, independentemente de quem comande o país nos próximos anos.

Com mais um duro golpe aos policiais confirmado, o frágil discurso eleitoreiro de defesa da segurança pública não mais encontra espaço ou eco na sociedade brasileira, que passa a enxergar um mandatário que tem se utilizado de expedientes ilusórios, mas jamais realizou efetivamente um ato qualquer em defesa de quem verdadeiramente promove a segurança pública neste país: os policiais civis da União.

Com a certeza de que não há mal que dure para sempre, as entidades que representam as forças de segurança pública da União seguirão lutando pela verdadeira valorização dos profissionais que diuturnamente entregam suas vidas em defesa da sociedade e de um país mais seguro”, informa a nota. 

Leia mais:

Vídeo: Policial Rodoviário ensina alunos a improvisar câmara de gás em viatura

Vídeo mostra momento que policiais federais são mortos no Ceará; veja

Operação em SP resgata 25 bolivianos em situação análoga à escravidão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.