×
Carnaval 2022

Maior Centro de Tradições Nordestinas do Brasil fará Carnaval em 2022

O Encontro De Blocos promete animar o carioca e quem estiver pela cidade

Rio de Janeiro (RJ)– Não terá carnaval e blocos pelas ruas da cidade, mas acontecerá o Encontro Dos Blocos De Rua da Cidade do Rio de Janeiro. É a primeira vez do evento na Cidade Maravilhosa.

O maior Centro de Tradições Nordestinas do país, a Feira de São Cristóvão, abre as portas para 10 blocos de carnaval. Alguns dos mais tradicionais e badalados do carnaval local. O encontro acontece no Estacionamento da Feira, das 13h às 22h, nos dias 26 e 27 de fevereiro.

O Encontro De Blocos promete animar o carioca e quem estiver pela cidade. Para participação, os brincantes devem levar o comprovante de vacinação atualizado.

Programação

No sábado (26), o mais que centenário, Cordão do Bola Preta desfila. O Cordão é um dos blocos que mais atraem foliões cariocas e turistas, de todo o país e até do mundo. Em 2020 completou seu 102º Desfile na Rio Branco.

O Bola Preta imortalizou uma marchinha, qual folião não lembra do famoso verso: “quem não chora, não mama” (Nelson Barbosa e Vicente Paiva), que abre os desfiles do bloco e encerra com a não menos famosa música “Cidade Maravilhosa”. O bloco tem como madrinhas Paola Oliveira e Leandra Leal.

Cordão da Bola Preta

Ainda no sábado, tradicional e que carrega milhares de gente, o Suvaco do Cristo, desfila nas ruas. Completando 35 anos em 2022, o bloco foi criado por moradores do bairro, conhecido por abrigar muitos artistas e por sua localização, no sopé do Morro do Corcovado, emoldurado pelo monumento ao Cristo Redentor.

É um dos blocos mais tradicionais da Zona Sul do Rio de Janeiro. O nome do bloco foi inspirado em uma frase de um ilustre morador, o compositor Tom Jobim, que costumava dizer que em sua casa tudo mofava, porque ele estava no “suvaco do Cristo”.

Logo depois, o Bloco Desliga da Justiça – criado em plena quarta-feira de cinzas, de 2009, por um grupo de percussionistas- entra nas ruas do Rio. O objetivo do Desliga Da Justiça é um carnaval de rua com muita alegria, de forma colorida, descontraída, com fantasias incríveis, e claro, muita irreverência.

A seguir surge Empolga às 9 – que surgiu em 2003 nas areias de Ipanema. Com o primeiro desfile oficial acontecendo em 2004. Já se tornou um dos cortejos que mais arrasta foliões pelas ruas do Rio. Logo vem depois, o Toca Rauuul – formado por 15 componentes, o bloco se divide entre baixo, guitarra, cavaco, sopros, percussões e vocais.

No domingo (27), quem dá o pontapé para folia é o Céu Da Terra – fundado em 2001, no bairro de Santa Teresa, bairro muito tradicional e boêmio da cidade do Rio de Janeiro. Reúne todos os anos milhares de foliões fantasiados, embalados pelas marchinhas já tradicionais do carnaval carioca.

A seguir, o irreverente Vaga-lume O Verde – criado no Horto Florestal, bairro Jardim Botânico, ambiente de grande relevância histórica e cultural na cidade do Rio de Janeiro. Abram alas para um Carnaval sustentável!

Bloco Vagalume

O bloco Vagalume, O Verde tem fantasias e alegorias elaboradas com material reciclável, coleta seletiva de lixo durante o desfile e até o plantio de mudas nativas da Mata Atlântica após a festa. A sustentabilidade é seu estandarte.

Outro grande bloco é o Multibloco – é multi. Seja em sua formação, com mais de 150 ritmistas ou na Banda, no desfile de Carnaval ou no módulo Junino.

O penúltimo bloco é o Bangalafumenga – misturando música tradicional brasileira com funk, pagode e axé, o “Banga” é um dos maiores e mais divertidos blocos do carnaval da capital fluminense. Ele prega a diversidade cultural no Brasil. É possível escutar de quase tudo nesse bloco.

Terminando o Encontro, o Afroreggae, também da Lapa (que vive o ano inteiro com uma diversidade de culturas e tribos) é um bloco que busca promover a inclusão e a justiça social, utilizando a arte, a cultura afro-brasileira e a educação como ferramentas para a criação de pontes capazes de unir as diferenças e que sirvam de alicerces para a sustentabilidade e o exercício da cidadania.

A Feira vai estar funcionando normalmente. Quem comprar o ingresso para o encontro, terá acesso livre ao pavilhão. Quem for só para a Feira, não terá acesso ao evento externo.

O valor da entrada da pista é popular, no valor de R$20 por dia e R$120 (open bar – caipirinha, caipfrutas, cerveja), também por dia. Os ingressos podem ser comprados no site www.rioingressos.com.br. Menores de idade não entram. É determinantemente proibido a entrada sem o comprovante de vacinação.

*Com informações da assessoria

Fotos: Divulgação

Edição Web: Bruna Oliveira

Leia mais:

Crianças dão o primeiro grito de Carnaval em escola de Manaus

Bloco de carnaval comemora décima edição em 2022

Amazonas anuncia data de lives de Carnaval 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.