×
Tensão

Bolsonaro desautoriza Mourão por fala sobre a Ucrânia: “Competência é minha”

Mais cedo, vice-presidente disse que o Brasil não concorda com a invasão do país ucraniano. Para Bolsonaro, ele falou "algo que não deve"

Divulgação

Brasília (DF) – O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou o vice, Hamilton Mourão (PRTB), por ter se manifestado sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia. Mais cedo, o general afirmou que o Brasil não concorda com a invasão do país ucraniano.

Ele negou que o Brasil esteja adotando uma posição de neutralidade no conflito e lembrou que o país está se posicionando por meio da atuação na Organização das Nações Unidas (ONU).

“O Artigo 84 da Constituição Federal diz que quem fala sobre esse assunto é o presidente da República. E o presidente da República se chama Jair Messias Bolsonaro. Então, com todo respeito, a pessoa que falou isso, está falando algo que não deve. Não é de competência dela, é de competência nossa”, disse Bolsonaro durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

Mourão foi o primeiro integrante do alto escalão brasileiro a comentar a situação. O general declarou que “tem que haver uso da força e apoio à Ucrânia”. O presidente brasileiro, por sua vez, não comentou o conflito no Leste Europeu até a noite desta quinta, quando apenas ressaltou que “torce pela paz”.

*Com informações do Metrópolis

Leia mais:

Por que a Rússia está atacando a Ucrânia? Entenda o conflito

“Traz resultados para o Brasil”, diz Wilson Lima sobre Zona Franca de Manaus

Câmara conclui votação que libera jogos de azar; texto-base é aprovado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.