×
Tecnologia

Academia Stem/UEA inaugura atividades em laboratórios móveis no Ifam

Com capacidade total de 40 alunos, as estruturas são dotadas de equipamentos de ponta

Laboratórios móveis da Academia Stem/UEA
Compostos por carretas adaptáveis, os dois laboratórios de 90 metros quadrados detêm tecnologias pensadas para a mobilidade do ensino. - Rafael Lopes/Stem

Manaus (AM) – O projeto Academia Stem (Acadstem) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) inaugura, na terça-feira (29), às 10h30, as atividades dos laboratórios itinerantes no Campus Distrito Industrial do Instituto Federal do Amazonas (Ifam).

Compostos por carretas adaptáveis, os dois laboratórios de 90 metros quadrados detêm tecnologias pensadas para a mobilidade do ensino, podendo ser transportadas para diferentes instituições. O Ifam é a primeira instituição beneficiada pela iniciativa após o início da pandemia.

Com capacidade total de 40 alunos, as estruturas são dotadas de equipamentos de ponta, como máquinas de corte a laser, impressora 3D e computadores.

A iniciativa inédita no Amazonas vai propiciar a cerca de 1,2 mil alunos do Ifam e de escolas da região receber gratuitamente capacitações como prévia para a vida universitária na área de engenharias.

O coordenador do Pilar Atração, Adan Medeiros, informou que os cursos ministrados na estrutura dos laboratórios são referentes ao universo das tecnologias digitais e indústria 4.0.

Uma vez que os laboratórios estiverem instalados, vamos passar a promover capacitações gratuitas para estudantes do Ensino Médio do Ifam, como também demais interessados das comunidades nos arredores do instituto”, informou Adan.

O Pilar Atração possui como propósito despertar curiosidade a respeito das engenharias e, dessa forma, tornar essa área mais atraente para os estudantes do Ensino Médio.

De acordo com o coordenador geral do Acadstem, Jucimar Maia, em 2022 a palavra é integração com os projetos de outras instituições de ensino amazonenses aliados na educação Stem.

Os projetos da Samsung agora, dentro da UEA, vão ser todos integrados, ou seja, um projeto vai ajudar o outro. A Academia Stem já está em processo de integração, com o projeto Aranouá do Ifam e, futuramente, com o projeto Super da Ufam (Universidade do Estado do Amazonas)”, expôs o professor.

A ideia inicial é que, nos próximos meses, os laboratórios percorram os diferentes campi do Ifam, a fim de alcançar um maior número de alunos e, assim, possibilitar a disseminação do conhecimento oferecido nessas capacitações.

Segundo a professora do Campus Manaus Distrito Industrial (CMDI) e coordenadora pedagógica do projeto Aranouá, Priscila Fernandes, o processo de intercâmbio entre os dois institutos é riquíssimo.

Quanto mais a gente focar na educação para os nossos jovens, mais vamos melhorar o perfil da nossa região e até do nosso país como um todo. Queremos fornecer habilidades para esses alunos saírem do instituto muito mais capacitados para conseguir um emprego no mercado de trabalho”, explicou Priscila.

A inauguração terá a presença de autoridades da UEA, do Ifam, da Samsung e do Ministério Público do Trabalho (MPT-AM/RR).

Sobre o Academia Stem

É um projeto de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), realizado na UEA, que visa potencializar a formação e capacitação nas áreas da engenharia, ciência, matemática e tecnologia. O projeto Academia Stem é incentivado pela Samsung da Amazônia, nos termos da Lei nº 8.837/1991.

*Agência Amazonas

Edição Web: Bruna Oliveira

Fotos:  Rafael Lopes/Stem

Leia mais:

UEA abre vagas para curso gratuito de “Liderança e Alta Performance”

Mulher na ciência: pesquisadora coordena acervo de microorganismos da Amazônia

Ifam abre inscrições para cursos gratuitos de qualificação profissional 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.