×
PRODUÇÃO RURAL

Sepror e Ufam realizam “Dia de Campo”em Humaitá

Evento faz parte do Projeto Pecuária Sustentável no Sul do Amazonas – Mapeamento da Pecuária e Análise de Solo

Dia de Campo
Divulgação

Humaitá (AM) – A Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), em parceria com a Universidade Federal do Estado do Amazonas (Ufam), irão realizar, na quinta-feira (7), o 1º Dia de Campo Produção de Bovinos de Corte, na Fazenda Agropecuária Rossato 1, localizada na rodovia BR-230, Km 04, no município de Humaitá (a 590 quilômetros da capital), no sul do Amazonas.

Na atividade, serão apresentados resultados de pesquisas de solo e realizadas visitas a quatro propriedades rurais do município com até 300 bovinos.

A atividade terá uma carga horária de 8 horas, com objetivo de levar informações para produtores da região sobre os avanços técnicos na produção de gado de corte.

A ação iniciará com palestra do professor Humberto Tonhati, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Campus de Jaboticabal.

Em seguida, um grupo de alunos da Faculdade de Ciências Agrárias (Campus Humaitá) falará sobre experiências executadas na região e mostrará também resultados de pesquisas de solo.

A coordenação é dos professores da Ufam, Marco Antônio Mendonça, Roseane Pinto Oliveira e Luciano Augusto Rohleder, com apoio do escritório local do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

Aproximadamente 35 convidados deverão participar do Dia de Campo, entre pecuaristas e autoridades locais.

O evento faz parte do projeto Pecuária Sustentável no Sul do Amazonas, de Mapeamento da Pecuária em quatro municípios da mesorregião do sul do estado, e considera a importância da diversificação da economia amazonense com foco no primeiro setor.

É resultado de parceria firmada entre o Governo do Amazonas, por meio da Sepror, com a Ufam.

Para o titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, a aproximação entre o Governo e a Universidade é fundamental para o avanço em pesquisas voltadas à agricultura e pecuária no estado.

São os primeiros resultados de investimentos nos mapeamentos junto com a Ufam, que detém muitas pesquisas, conhecimento que estamos levando agora para a ponta, para o agricultor e pecuarista. Como fruto desses diagnósticos podemos definir políticas públicas para uma pecuária mais sustentável”, disse Petrucio.

Para o professor Marco Antônio, a parceria entre a Ufam e a Sepror é muito importante para o fortalecimento da pecuária amazonense.

Ações como a que estamos para realizar em Humaitá levarão aos produtores da região informações que ajudarão na qualidade da carne que colocarão no mercado”, afirmou.

Análise de solo e mapeamento da pecuária – Com valor de investimento de aproximadamente R$ 600 mil, o projeto Projeto Pecuária Sustentável no Sul do Amazonas prevê a análise de solos e mapeamento de cerca de 20 propriedades de diferentes pecuaristas, que variam de 100 a 300 cabeças de gado, dos municípios de Apuí, Boca do Acre, Humaitá e Manicoré.

*Agência Amazonas

Leia mais:

Kits de pesca artesanal são entregues em seis municípios do AM

Floresta+ Amazônia abre chamada pública para pequenos produtores do AM

Idam e Sema levam regularização ambiental a produtores familiares de Novo Aripuanã (AM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.