×
SAÚDE EM PARINTINS

Visita técnica em Parintins fortalece ações contra o sarampo

Em 2022, até sábado (24), no Amazonas, foram notificados sete casos de sarampo, e quatro estão em investigação

visita técnica em Parintins
Equipes da FVS-RCP visitam unidades de saúde em Parintins até esta sexta-feira (29/04). - Divulgação/FVS-RCP

Parintins (AM) – A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), realizou, nesta sexta-feira (29), uma visita técnica no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), com o objetivo de fortalecer as ações de vigilância epidemiológica do sarampo.

A visita técnica é uma estratégia para evitar a reintrodução do vírus no estado, diante do aumento no número de notificações de sarampo em todas as regiões do país.

Segundo a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, a visita técnica visa fortalecer a vigilância epidemiológica do sarampo no interior do Amazonas.

“Esse apoio técnico das equipes de saúde possibilita um aprimoramento na identificação de casos suspeitos ou confirmados de sarampo, favorecendo ações oportunas por parte dos gestores municipais e estaduais de saúde”, destaca Tatyana.

A enfermeira do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE), Ângela Desireé, ressalta que o deslocamento fluvial entre estados da região Norte é intenso e com a baixa cobertura da vacinação contra o sarampo, há risco de reintrodução do vírus no estado.

Foi realizada uma análise da situação epidemiológica, análise de risco e identificado os municípios, onde deveriam ser fortalecidas as ações de vigilância epidemiológica do sarampo, sensibilizando os profissionais de saúde e reforçando a importância da vacinação”, enfatiza Ângela.

O município de Presidente Figueiredo já foi contemplado com a visita das equipes de saúde da FVS-RCP realizada de 18 a 20 de abril.

Cenário

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o número de casos de sarampo explodiu quase 80% em todo mundo nos primeiros dois meses do ano.

Em 2022, até sábado (24), no Amazonas, foram notificados sete casos de sarampo, e quatro estão em investigação. Em 2021, foram notificados e descartados 36 casos da doença.

O sarampo é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus chamado Morbillivirus. No Brasil, graças às sucessivas campanhas de vacinação e programas de vigilância epidemiológica, a mortalidade não chega a 0,5%.

A doença se torna mais grave quando atinge mães em período de amamentação, crianças desnutridas e adultos.

Vacinar é o meio mais eficaz de prevenção contra o sarampo. A vacina está disponível nos postos de saúde para crianças a partir de 12 meses de idade.

Fotos: Divulgação/FVS-RCP

*Agência Amazonas

Edição Web: Bruna Oliveira

Leia mais:

Manaus terá vacinação contra influenza, sarampo e Covid-19 neste domingo

Vigilância Hospitalar do Amazonas realiza visitas técnicas em Manaus

Campanha contra influenza e sarampo inicia para idosos e trabalhadores da saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.