×
Musicalidade

Reggae no Amazonas canta questões sociais e resiste à marginalização

No Amazonas há algumas bandas de reggae que se destacam no estilo musical

Manaus (AM)- Original da Jamaica e conhecido mundialmente por ter uma melodia suave e letras reflexivas, principalmente, por abordar questões sociais, o Reggae é celebrado no Brasil no dia 11 de maio.

No Amazonas há algumas bandas de reggae que se destacam no estilo musical, como a banda Johnny Jack Mesclado, a qual concedeu entrevista ao Em Tempo. O compositor e baixista do grupo, Fred Mesclado, nos contou sobre a importância do Reggae e como tem sido o trabalho musical do grupo.

Segundo ele, para a banda, o reggae representa a liberdade de se manifestar de uma forma que faz sentido para eles. “Se não fosse o reggae, teríamos canalizado toda essa energia de uma forma não saudável. O reggae é a visão”, afirmou Fred.

As principais referências do gênero para o Johnny Jack Mesclado são Cileno, Deskarados, Dada Mao, Na Humilde, Nossas Raízes, Reggaetown, YemanJah, Bob Marley, Steel Pulse, Groundation, entre outras.

Questionado se a música jamaicana que foi incorporada à brasileira ainda precisa ser valorizada, Fred destacou que a banda sente que o Reggae ainda não foi compreendido totalmente.

“É muito marginalizado, mas você só constata boas vibrações nos encontros de Reggae. Realmente acreditamos que quando tocamos, emanamos boas vibrações para o mundo inteiro. O mundo fica muito melhor com Reggae Music”, disse.

Revelando como tem sido o trabalho musical da banda, o baixista destacou que o que é produzido é feito com muita liberdade e realidade das ruas.

“A tendência aplicada é a rua, é o bairro. Só traduzimos tudo em forma de canções. Somos livres em relação ao que fazemos, da forma que contribuímos. Acreditamos que quem acompanha ou assiste a um show da banda internaliza tudo isso, pois gritam conosco nossas canções e dançam conosco nosso amor. Canalizamos tudo para o positivo, é como vivemos nossas vidas”, ressaltou.

Entrevistamos o apreciador de reggae, Augusto Oliveira. Ele falou sobre o que lhe encanta nesse estilo musical.

“Sou músico e por isso sempre escutei estilos variados de músicas e o reggae me atrai pela leveza e a combinação da guitarra em uma batida constante com os demais instrumentos. O reggae é identificado por essa constância que fica martelando a música inteira”, disse.

Ele contou, também, que curte tanto o reggae raiz quanto o incorporado e fundido em outros estilos.

“Bob Marley é o ícone do reggae raiz e se você começa a escutar não consegue parar. Daí você começa a pesquisar mais reggaes. Tem uns no segmento gospel que gosto bastante. Eles preservam a essência raiz e colocam a mensagem que querem passar. Afinal, a música é uma ferramenta para se passar mensagens e sentimentos”, afirmou.

Gêneros de Fusão

O Dia Nacional do Reggae foi instituído no Brasil para homenagear a maior referência da música jamaicana, Bob Marley, que morreu nessa data.

O gênero musical surgiu no final da década de 1960 no país caribenho, mas foi anos depois que disparou e espalhou-se pelo mundo.

Contudo, o ritmo foi incorporado à cultura popular brasileira em 1970, por vários artistas. E foi na região nordeste do Brasil que o reggae entrou com mais força, como em São Luís, capital do Maranhão.

O ritmo dançante e as letras com pedidos de paz são um dos aspectos do reggae tanto jamaicano, quanto brasileiro. Os instrumentos mais utilizados são: guitarra, o contrabaixo e a bateria.

Há 36 anos na estrada, as bandas Cidade Negra e Tribo de Jah são uns dos grupos de reggae mais importantes do país. Além deles, atualmente, há muitas bandas que fazem do reggae um meio para transmitir ideias de paz e positividade.

Diversos artistas misturam o Reggae com outros gêneros desde a década de 1970, porém somente em 1990 o termo foi criado para definir essa mistura. O termo “Gêneros de Fusão” é mais técnico, afinal todos chamam de Rock Reggae, Pop-Reggae, Samba Reggae, e assim por diante.

Entre grupos e bandas que fazem essa fusão de gênero, existem algumas bem famosas, como: Sublime, Shaggy, Natiruts, Os Paralamas do Sucesso, e, mais recente, Magic!, um quarteto canadense que alcançou o topo da Billboard, e ainda liderou os trending topics do Twitter, graças a um som considerado Pop-Reggae.

Edição Web: Bruna Oliveira

Leia mais:

Série destaca artistas do AM em diferentes estilos

Cantor Cileno faz live

Cantora do AM, Elisa Maia faz apresentações em SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.