×
Contexto

PL de Marcelo Ramos impõe limites às maldades de Brasília contra ZFM

O PL foi aprovado no âmbito da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara e é visto como solução para conter novos atentados às vantagens comparativas da ZFM

Foto: Divulgação

Projeto de lei, de autoria do deputado federal Marcelo Ramos (PSD-AM), que impede o Governo Federal de impor, ao seu bel prazer, alterações nas alíquotas do Imposto de Importação (II), pode colocar freio às maldades praticadas pelo governo, via Ministério da Economia, contra o modelo Zona Franca de Manaus.

O PL foi aprovado no âmbito da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara e é visto como solução para conter novos atentados às vantagens comparativas da ZFM.

“Do jeito que as mudanças no II vinham ocorrendo, logo nosso país virará exportador de empregos para a China”, declarou Ramos, apostando na aprovação do seu PL no plenário da Câmara.

Amazonino Mendes

O gaúcho Gabriel Aquino será o marqueteiro de Amazonino Mendes na disputa eleitoral deste ano para o Governo do Amazonas.

A assessoria de imprensa do pré-candidato do Cidadania ficará com a jornalista Shirley Assis.

Jogos da Semed

A Prefeitura de Manaus, por meio da Semed, abriu inscrições para a 11ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), pela plataforma Google Forms, por meio do link: https://forms.gle/Ndh2Z8XDTnU52wJS8, até o dia 12 de agosto.

O Jaavas será realizado na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, no período de 21 a 28 de agosto de 2022.

Desatando um nó

Em audiência pública, na Assembleia Legislativa (Aleam), na segunda-feira (4), o deputado estadual Sinésio Campos (PT) encaminhou propostas para desatar o nó da situação precária do Porto Público de Manaus (Roadway), com o agravante das taxas cobradas sobre embarque e desembarque de passageiros e veículos.

Sinésio propôs um estudo a SNPH e a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) para adequação dos valores cobrados na tabela de serviço.

Embarque/desembarque

Sinésio propôs, ainda, à gerência do Porto um estudo logístico para agilizar um plano de embarque e desembarque de cargas.

O parlamentar também sugeriu um plano de atividade estratégica portuária para proporcionar conforto e comodidade aos passageiros das embarcações.

Taxas extintas

Após vistoria de Sinésio no Porto de Manaus, no dia 9 de junho, as taxas de R$ 2 para a uso dos banheiros do órgão deixaram de ser cobradas.

O fim das taxas, muito criticadas pela população, foi confirmada pelo diretor de operações das duas empresas arrendatárias do Roadway, Márcio Miranda.

Vacinação intensa

Foi intensa a busca pela vacina contra a Covid-19 na segunda-feira passada no Centro de Convenções Vasco Vasques, na Zona Oeste.

A campanha, acompanhada pelo prefeito David Almeida e pelo titular as Semsa, Djalma Coelho, registrou 1.689 pessoas vacinadas.

Massificação

Com o recrudescimento da Covid-19, David busca massificar a campanha de vacinação em toda a cidade de Manaus.

Até a próxima sexta-feira, 84 pontos de imunização estarão à disposição da população.

A Semsa ampliou o número de unidades de saúde com oferta da vacina, passando a operar com três pontos estratégicos de grande fluxo: o Studio 5, na Zona Sul, o shopping Phelippe Daou, na Zona Norte, e o Centro de Convenções Vasco Vasques, na Zona Oeste.

Cooperativismo

O deputado Adjuto Afonso (UB) destacou ontem, na Assembleia Legislativa, o Dia Internacional do Cooperativismo, celebrado no último dia 2 de julho.

O parlamentar, que preside a Frente Parlamentar de Apoio ao segmento, ressaltou o avanço no setor que agrega atualmente 15,5 milhões de pessoas exercendo alguma atividade do ramo no país, incluindo o Amazonas.

“Parabenizo o cooperativismo de nosso estado, que tem à frente o Merched Chaar, presidente da OCB. O cooperativismo tem crescido muito aqui no Amazonas, com 87 cooperativas integradas à OCB, totalizando 12.986 funcionários”, disse Adjuto.

Governo mentiroso

O deputado Dermilson Chagas (Republicanos) cobrou a promessa do Governo do Amazonas de inserir os ex-moradores do Monte Horebe no novo programa de moradias anunciado pelo Estado em 28 de fevereiro de 2020.

A promessa foi feita em uma coletiva de imprensa na sede do Governo do Estado após a retirada forçada de 2.204 mil famílias da área por 700 policiais.

Auxílio de araque

Conforme Dermilson, as famílias retiradas foram cadastradas pela Sejusc e passaram a receber auxílio-aluguel no valor de R$ 600.

“O governo retirou as pessoas do Monte Horebe prometendo que iria dar moradia, mas até hoje não construiu uma única casa”, afirma o deputado.

Primeiro debate

Até agora, só Carol Braz (PDT) confirmou presença no primeiro debate que acontecerá no dia 7 de agosto reunindo os concorrentes ao Governo do Estado.

O debate será na TV Band Amazonas.

Fora, Xavier

No Alto Solimões, as lideranças indígenas, agora com o forte apoio do Congresso Nacional, aumentam a pressão política pelo afastamento do presidente da Funai, Marcelo Xavier.

Manoel Chorimpa, membro da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), engrossou o coro de protestos contra Xavier, acusado de insistir numa política claramente anti-indigenista na Funai.

Os senadores Fabiano Contarato (PT-ES) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP pediram à Comissão Externa do Senado a exoneração imediata de Xavier.

Baixaria do PSOL

A presidente do Diretório Regional do PSOL, Rosilane Guimarães de Almeida, e pré-candidatos do partido nas eleições deste ano vieram a público tentar tapar o Sol com a peneira com relação ao festival de baixarias que marcou um evento da legenda no último final de semana.

Rosilane atribui aos apoiadores da pré-candidata Natália Demes a barafunda de sábado passado na sede do Rio Negro Clube.

Rachado e desorganizado, o partido descobriu somente na hora do evento que Natália não era filiada à legenda, o que gerou um festival de pancadaria e ofensas de baixo calão.

Leia mais:

Por que o Estado brasileiro sempre relegou o Amazonas à lata de lixo da História?

Zona Franca de Manaus: o susto passou

Marcha para Jesus se mistura a protestos em favor do modelo Zona Franca de Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.