×
Varíola dos macacos

Segundo caso de varíola dos macacos (monkeypox) é identificado no Amazonas

Segundo a FVS-AM, todos os casos tiveram transmissão fora do Estado do Amazonas

Monkey pox vesicles in a hand

Manaus (AM) – O Amazonas registrou o segundo caso de varíola dos macacos (monkeypox). Conforme detalhado no relatório da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), os pacientes são do sexo masculino, com idade entre 25 e 40 anos. Eles apresentaram lesões na pele (erupções cutâneas) e continuam sendo monitorados.

Segundo o órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), todos os casos tiveram transmissão fora do Amazonas.

Segundo a FVS-RCP, dois casos eram investigados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Manaus (CIEVS-AM), e foram notificados nos dias 26 e 28 de julho. Os dois pacientes foram infectados em outros estados, porém, apenas um deles foi notificado no Amazonas, pois o mesmo reside em Manaus. Já o outro paciente infectado reside em outro estado e veio para a capital amazonense a trabalho. Por esse motivo, ele será notificado em seu estado de origem.

Conforme detalhado no relatório da fundação, os pacientes são do sexo masculino, com idade entre 25 e 40 anos. Eles apresentaram lesões na pele (erupções cutâneas) e continuam sendo monitorados pelo CIEVS-AM.  Ainda segundo o órgão, um deles está internado em estado clínico estável e o outro está em isolamento domiciliar.

A FVS-RCP destaca que, de acordo com o trabalho de investigação e vigilância que vem sendo realizado, os casos são importados. Ou seja, não há, até o momento, casos confirmados de transmissão autóctone (local). Todos os pacientes confirmados têm histórico de viagem recente.

Casos confirmados

O primeiro caso de Monkeypox no Amazonas foi confirmado no dia 28 de julho. Nas duas situações, trata-se de dois homens, com idades entre 25 e 40 anos, com histórico de viagens recentes ou contato com pessoas não residentes no estado.

Cenário de Monkeypox

Além dos dois casos já confirmados, até o momento, seis notificações de suspeitas da doença, são investigadas pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-RCP), sendo 2 confirmados laboratorialmente; 2 suspeitos em investigação pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Manaus (CIEVS-Manaus); e 1 caso descartado após exame laboratório. Há ainda 1 caso confirmado de paciente residente em outro estado brasileiro e que não será contabilizado como caso do Amazonas.

Atendimento

“Toda a rede pública de saúde, incluindo instituições privadas, da capital e do interior, está orientada a realizar atendimento em casos suspeitos da doença”, destacou a fundação.

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Baixo risco: Amazonas retorna à fase amarela para Covid-19

Saúde: UBS Dr. Hamilton Cidade é reinaugurada em Rio Preto da Eva

Prefeitura destaca em webconferência ações de saúde básica na zona rural de Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.