×
Prisão

Conselheiros do CV são presos armados até “os dentes” em Manaus

Um dos presos, o 'Surfista', tem dois mandados de homicídio em aberto e deve responder pelos crimes

Foto: Divulgação

Manaus (AM) – Quatro conselheiros da facção criminosa Comando Vermelho (CV) foram presos em Manaus nesta terça-feira (1º).

Após investigação, as equipes da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) juntamente com a Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) cumpriram mandados de prisão nos nomes dos suspeitos.

Entre os presos estão Thiago Lima do Santos, vulgo “TH”, e Harrison Bruno Neves, o “Surfista”. Com eles, foram apreendidas seis armas de fogo.

Surfista, além te ter sido preso em flagrante, tinha dois mandados de prisão por homicídio em seu nome e deve responder pela extensa lista de crimes.

O que é um conselheiro de facção?

Lembrando que facções criminosas, como o CV, existe uma hierarquia organizada para manter a “ordem” nas decisões do grupo. O cargo de conselheiro é um dos mais importantes e ansiados pelos membros da facção.

Os quatro criminosos ficaram à disposição da justiça.

Conselheiro deixa prisão

No último dia 19 de fevereiro, o também conselheiro do CV, Cassiano Ribeiro da Silva Junior, o “Bob”, deixou o Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT). O detento conseguiu, junto à Justiça do Amazonas, um mandado de remoção para prisão domiciliar, alegando a necessidade de fazer uma cirurgia bariátrica.

A decisão foi tomada pela desembargadora da Segunda Câmara Criminal, Mirza Telma de Oliveira. Ele está sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

O homem é apontado como um dos líderes do massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), ocorrido em 2017, além de possuir uma extensa ficha criminal.

Leia mais:

Após foguetório do CV, CIF fiscaliza locais de venda de fogos de artifício

CV solta fogos para celebrar dois anos na liderança do crime no AM; veja vídeo

Participante de queima de fogos do CV é morto com 19 tiros em Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.