×
INVESTIMENTOS

Mais de R$ 129,3 milhões foram investidos na recuperação de estradas e ramais no Amazonas

Obras levam dignidade e facilitam deslocamento em áreas afastadas no Amazonas

Investimentos em estradas e ramais no Amazonas
Governador Wilson Lima e prefeito David Almeida firma parceria em benefício do setor primário. - Lucas Silva/Secom

Manaus (AM) – Em menos de quatro anos, mais de R$ 129,3 milhões foram investidos na recuperação de ramais e estradas pelo Governo do Amazonas. Ao todo, mais de 127 quilômetros foram totalmente reformados em 16 obras de infraestrutura, levando dignidade e facilitando o deslocamento de quem vive em áreas mais afastadas da capital.

Para o governador Wilson Lima, as obras são estratégicas para melhorar o escoamento e incentivar a produção agrícola no estado.

Por isso, 50 ramais em 24 municípios estão incluídos no cronograma de obras da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana (Seinfra), um investimento superior a R$ 588 milhões.

Duas novas obras foram anunciadas nesta segunda-feira (28/03), pelo governador. Trata-se dos ramais da Cooperativa e do Pau Rosa, que devem beneficiar cerca de 1 mil famílias na zona rural de Manaus.

Entregamos os ramais que dão acesso às comunidades indígenas, o que é importante do ponto de vista do desenvolvimento econômico, porque é a possibilidade de os pequenos produtores tirarem a sua produção para chegarem até os centros consumidores, mas também é desenvolvimento social, a possibilidade de um paciente chegar em segurança”, destacou o governador Wilson Lima, durante a inauguração de ramais no município de Autazes.

Anseio atendido

Para o vice-tuxaua da aldeia São Félix, em Autazes (a 113 quilômetros de Manaus), Everton Marques, o asfaltamento do ramal São Felix, na rodovia AM-253, atende um anseio de mais de 30 anos da comunidade indígena que vive na localidade.

Até para ir para roça o ramal facilitou para chegar na nossa aldeia os produtos. A farinha, a mandioca, a macaxeira, isso melhorou 100%. Nós somos muito gratos por esse governo Wilson Lima que tem nos dado essa condição. Somos agraciados por essa infraestrutura, porque não é comum um governador fazer uma obra em terras indígenas, e estamos felizes com isso”.

Em outro ramal do município, o Marechal Rondon, no Km 91 da AM-254, a dona de casa Lindaura Guimarães, de 46 anos, afirmou que a vida da comunidade mudou completamente com a reforma.

Mudou porque nós vivíamos aqui na lama, era um ‘buracal’ com tudo cheio de lama. Agradeço a Deus por estar agora esse ramal maravilhoso. Agora nós andamos na chuva, não tem problema de lama, a gente sai na hora que quer. Tudo mudou na nossa vida porque antes era a maior dificuldade na nossa vida e agora estamos muito felizes”.

Novos investimentos

Nesta segunda-feira (28/03), o governador Wilson Lima anunciou a pavimentação dos ramais da Cooperativa e do Pau Rosa, localizados na BR-174, com investimentos de R$ 98,2 milhões.

Os trabalhos nos ramais começam em julho, após o período chuvoso e com o fim do processo licitatório das obras.

O ramal do Pau Rosa, localizado no Km 21 da BR-174, e o ramal da Cooperativa (que fica no Km 14 do ramal do Pau Rosa) serão pavimentados com investimentos de R$ 98,2 milhões, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana (Seinfra).

As obras vão incluir serviços de terraplenagem, drenagem superficial e profunda, pavimentação e sinalização.

Os ramais, que serão alargados e terão acostamento de cada lado, seguem o padrão Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Esse novo padrão, seguido na gestão do governador Wilson Lima, garante maior durabilidade para a obra, menos necessidade de retrabalho e de manutenção e maior segurança para motoristas e demais usuários destes ramais.

O ramal do Pau Rosa possui 32 quilômetros de extensão, além de outras 20 subvicinais ao longo da sua extensão.

Conta com mais de 550 famílias no entorno, entre produtores rurais e residentes. Na área, destacam-se a produção de hortaliças e frutas, extração de madeira/artesanato, pecuária de pequeno porte e piscicultura.

O ramal tem uma escola, uma Unidade Básica de Saúde (UBS), o prédio da Associação dos Moradores e uma feira comunitária.

Já o ramal da Cooperativa possui 33,5 quilômetros, com 22 subvicinais ao longo de sua extensão, que vai até o rio Tarumã, na Comunidade Nossa Senhora de Fátima.

Por não ter sistema de drenagem e asfalto, a via apresenta problemas que dificultam o trânsito de moradores e escoamento da produção.

O fluxo de veículos é intenso e pelo ramal circulam carros de passeio, pick-ups, motos, ônibus escolares e caminhões do tipo baú, dentre outros.

A principal atividade econômica do ramal, onde residem mais de 450 famílias, consiste na agricultura e na criação de galinhas poedeiras e de corte, nas granjas situadas ao longo do ramal.

O ramal da Cooperativa possui três escolas, dois postos de saúde e um posto policial.

Luciano Oliveira, o Falcão, é comerciante e está na região há 10 anos. Ele também é produtor rural e piscicultor e emprega oito funcionários diretamente.

O asfalto vai desenvolver não só a cadeia produtiva como também a parte social. Isso vai impactar muito positivamente na parte de saúde, as escolas, vai ter uma melhoria muito grande aqui”, avalia.

*Agência Amazonas

Leia mais:

Wilson Lima anuncia pavimentação de ramais que vai beneficiar mil famílias

Em Autazes, Wilson Lima inaugura ramais e anuncia investimentos de cerca de R$ 28 milhões

Asfaltamento de ramais no interior do AM recebeu R$ 450 milhões de investimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.