×
Abastecimento de águas

Sistema de abastecimento de água beneficia 100 famílias em comunidade rural do AM

A nova estrutura distribuirá água potável as famílias da comunidade rural de Manaus

Novo sistema de abastecimento de água
O objetivo é criar uma rede de distribuição com 3,2 quilômetros e instalação de hidrômetros em todas as residências. - Tácio Melo/Secom

Manaus (AM) – Mesmo com o período de chuva, as obras do sistema de abastecimento de água avançam na comunidade Ebenézer, localizada à margem esquerda do rio Negro, zona rural de Manaus.

Compromisso do governador Wilson Lima, a nova estrutura distribuirá água potável para mais de 130 famílias que vivem na área, boa parte delas sem acesso à água encanada e tratada.

O investimento totaliza R$ 1.311.949,49, executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana (Seinfra).

O projeto contempla a construção de um poço com 100 metros de profundidade, além de um reservatório capaz de armazenar 64 mil litros de água com casa de cloração química.

O objetivo é criar uma rede de distribuição com 3,2 quilômetros e instalação de hidrômetros em todas as residências.

Vai ser de suma importância para a comunidade. Além de trazer água potável para toda a população, eles vão ter condições de ter água na sua casa. Antigamente a comunidade vinha buscar água num chafariz, e as casas mais distantes ficam a cerca de 1,5 quilômetro de distância do chafariz, então é muita dificuldade para as pessoas terem água limpa e potável perto de sua casa”, destacou Felipe Aquino, fiscal da Seinfra.

Felipe Aquino, fiscal da Seinfra. – Tácio Melo/Secom

Conforme a Seinfra, pelo menos 575 habitantes da comunidade Ebenézer serão beneficiados diretamente após a conclusão da obra, prevista para ser entregue no segundo semestre de 2022.

Dificuldades

Francisco Quirino Pereira, presidente da comunidade. – Tácio Melo/Secom

Cerca de 130 famílias residentes na comunidade Ebenézer trabalham na agricultura familiar e no extrativismo, sendo que a maioria ainda vivencia dificuldades para consumir água limpa e de boa qualidade.

O presidente da comunidade, o agricultor Francisco Quirino Pereira, 68, conta que os moradores dispõem de apenas um local de abastecimento, mas que não é suficiente para atender pessoas com algum tipo de limitação.

No poço artesiano tem o chafariz, e o pessoal vai pegar em um carrinho de mão com as garrafas. Mesmo assim é difícil porque a maioria dos moradores daqui são pessoas idosas. É difícil andar no sol quente porque o verão aqui é brabo. Andar no sol quente com o carrinho cheio d’água lá do chafariz até a casa dele fica difícil”, afirmou Francisco.

A aposentada Fátima Souza, de 67 anos, vive há dois anos na comunidade Ebenézer. A idosa é uma das poucas moradoras com água encanada, no entanto, assim como todos os habitantes da área, ela também já sofreu para garantir água dentro de casa.

Tínhamos que pegar garrafas e ir no posto da escola pegar água e trazer num carrinho empurrando. O meu ‘velho’ vinha com o carrinho e eu vinha com duas ou três garrafas na mão para reservar, beber e cozinhar. Tem muita gente que ainda não tem água, mas creio que eles vão conseguir. Vai ser bem melhor com a rede porque todo mundo precisa de água, é o líquido precioso que Jesus nos deu. Deus abençoe o projeto das pessoas que estão fazendo isso e que tudo dê certo”, disse Fátima Souza.

Fátima Souza, aposentada. – Tácio Melo/Secom

*Com informações da Agência Amazonas

Edição Web: Bruna Oliveira

Leia mais:

Sistema de Abastecimento de Água será construído em Benjamin Constant

Comunidade Ebenézer, do AM, ganhará sistema de abastecimento de água

Estado assina ordem para revitalização do abastecimento de água de Nova Olinda do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.