×
Cultura

Cine Casarão recebe o projeto “Ópera na Tela” em Manaus

Os ingressos podem ser adquiridos de forma antecipada

Manaus (AM) – Nesta semana, o Cine Casarão, espaço dedicado à Sétima Arte do Casarão de Ideias, abre suas portas e recebe o projeto “Ópera na Tela – Festival de Filmes de Ópera”. Serão exibidas “As Bodas de Fígaro” e “O Corcunda de Notre Dame”.

Os ingressos podem ser adquiridos de forma antecipada pelo Instagram (@casaraodeideias) ao preço de R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia).

A primeira montagem a ser exibida será “As Bodas de Fígaro”, de Wolfgang Amadeus Mozart, no sábado (14), às 15h30. Composta em 1786, a ópera é uma sátira aos hábitos da nobreza no Século 18. A história conta a divertida confusão durante os preparativos do casamento entre Susanna e Fígaro, servos do Conde e da Condessa Almaviva.

Já no domingo (15), às 15h30, é a vez de exibir ‘O Corcunda de Notre Dame’, baseada na obra de Victor Hugo. Na Paris do Século 15, uma jovem cigana, Esmeralda, dança na praça da Catedral de Notre Dame. Sua beleza transtorna o arquidiácono Claudio Frollo, que, querendo se afastar da tentação, ordena que o corcunda Quasímodo rapte a moça.

Estreias

Ainda na programação do Cine Casarão é possível conferir, na quinta-feira (11) as estreias “Klondike – A Guerra na Ucrânia”, às 15h30, e “O Traidor”, às 17h30. Dirigido por Maryna Er Gorbach, o primeiro longa se passa em 2014, no momento em que começa a Guerra em Donbas, e conta a história do casal de ucranianos Irka e Tolik, que vive na região da fronteira entre a Ucrânia e a Rússia.

Ela está grávida, e se recusa a abandonar sua casa, mesmo quando seu vilarejo é tomado pelas forças armadas. Tudo fica ainda mais complicado quando um avião civil é abatido e cai na região. O filme será reexibido no sábado, às 18h.

Dirigido por Marco Bellocchio, “O Traidor” é ambientado em 1980, quando uma guerra generalizada eclode entre os chefes da Máfia Siciliana pelo controle do tráfico de heroína. Tommaso Buscetta, um integrante de alto escalão, foge para se esconder no Brasil. Na Itália, os acertos de contas acontecem enquanto Buscetta assiste de longe seus filhos e irmãos sendo assassinados em Palermo, sabendo que poderá ser o próximo.

Preso pela polícia brasileira e extraditado para a Itália, Buscetta toma uma decisão que irá mudar os rumos da máfia italiana: ele decide se encontrar com o juiz Giovanni Falcone e trair o voto eterno que fez à Cosa Nostra. O filme será reexibido na sexta-feira (13), às 19h30, e domingo, 17h.

E para quem ainda não assistiu “Medida Provisória”, o longa segue em cartaz no Cine Casarão e será exibido sexta, às 18h; sábado, às 20h; e domingo, 19h30.

*Com informações da assessoria

Edição Web: Bruna Oliveira

Leia Mais:

Longa nacional estreia no Cine Casarão, em Manaus

Cine Casarão exibe produção japonesa em Manaus

Filme sobre relação do Executivo, Legislativo e Judiciário estreia no Cine Casarão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.