×
Prisão

Assassino do ator Rafael Miguel é preso após quase 3 anos foragido

A prisão ocorreu por meio dos policiais da 6ª Seccional após uma denúncia anônima informando o esconderijo do suspeito

País – Paulo Cupertino, acusado de ser o assassino do ator Rafael Miguel, de 22 anos e seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50 anos, foi preso nesta segunda-feira (16), após 3 anos foragido. O crime ocorreu no dia 9 de junho de 2019 no bairro da Pedreira, Zona Sul da capital paulista. O réu não aceitava o namoro da filha com o ator.

A prisão ocorreu por meio dos policiais da 6ª Seccional após uma denúncia anônima informando o esconderijo do suspeito. Ao chegar no endereço os policiais encontraram Paulo que recebeu voz de prisão e depois foi encaminhado para o 98º Distrito Policial.

Após dar entrada na unidade policial, o homem foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para realizar o exame de corpo de delito. Posteriormente ele foi encaminhado para a Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Centro da capital paulista, onde está à disposição da Justiça.

O homem é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Durante a prisão, Cupertino negou a autoria no triplo homicídio. Além do empresário, dois amigos dele são réus no mesmo caso por terem ajudado o acusado a fugir.

Relembre o crime

Conforme o Ministério Público (MP), na ocasião do crime, Paulo Cupertino assassinou Rafael e os pais dele porque não aceitava o namoro do ator com sua filha Isabela Tibcherani que na época tinha 18 anos.

O crime aconteceu na frente da residência em que Isabela morava com a mãe. Câmeras de segurança do local registraram o momento em que o autor dos disparos realizou cerca de 13 tiros contra o jovem e seus pais. Após a ação criminosa Paulo fugiu do local.

Denúncias

Durante quase 3 anos de procura, a polícia registrou cerca de 90 denúncias informando os locais onde o acusado estava. Conforme as informações, Cupertino foi visto em cerca de 10 estados do brasil, além de ser visto também na Argentina e Paraguai.

Paulo Cupertino era o primeiro da lista de procurados da Polícia Civil (PC) de São Paulo. Considerado como um criminoso de alta periculosidade, o homem contou com a ajuda de quatro amigos para se esconder. Dois dos suspeitos de ajudar o fugitivo se tornaram réus, e respondem em liberdade.

Trajetória do artista

Rafael Miguel era ator e aos 22 anos era conhecido por ter interpretado vários personagens nas telinhas. Além de trabalhos publicitários, o jovem tinha atuado na novela “Chiquititas” do SBT; “Pé na Jaca”, “Cama de Gato” e o especial de fim de ano “O Natal do menino imperador” da Tv Globo.

Leia mais:

Assassino de gari tentou queimar prova do crime, segundo DEHS

Parentes matam homem que estuprou e assassinou jovem na Colômbia

Assassino que bebeu sangue de vítima foi condenado a 28 anos de prisão

Acompanhe a página do EM TEMPO no Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.