×
PRATO CHEIO

Centro de Manaus ganha unidade do Prato Cheio revitalizada

Restaurante popular com capacidade para atender até 600 pessoas é reinaugurado pelo governador Wilson Lima

Prato Cheio
Com investimentos da ordem de R$ 20 milhões, o Governo do Amazonas está expandindo a rede de restaurantes populares – Bruno Zanardo/ Secom

Manaus (AM) – O Centro de Manaus ganhou o restaurante popular Prato Cheio totalmente revitalizado nesta quinta-feira (9). Reinaugurado pelo governador Wilson Lima, o espaço, direcionado às pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza, tem capacidade para atender até 600 pessoas, por dia, na região que concentra um número expressivo de pessoas em busca de emprego e em situação de rua.

“Eu queria dizer da importância que é esse programa social que a gente tem, que é o nosso Prato Cheio, para matar a fome de quem tanto precisa, e principalmente numa área em que a gente tem muitas pessoas em condição de rua, tem muita gente que vem para cá em busca de uma oportunidade, em busca de um emprego, e a gente está aqui com essa estrutura para dar suporte a essas pessoas. Nada é mais importante do que colocar comida na mesa daqueles que tanto precisam”,

destacou Wilson Lima.

Com investimentos da ordem de R$ 20 milhões, o Governo do Amazonas está expandindo a rede de restaurantes populares dentro da estratégia de combate à fome no estado. De janeiro até abril, foram servidas 90,4 mil refeições e 10,9 mil litros de sopa para um público composto por pessoas desempregadas, em situação de rua e que enfrentam outras vulnerabilidades sociais.

“Depois de muitos anos a gente conseguiu, nessa gestão, revitalizar os sete equipamentos de segurança alimentar que já existiam em Manaus. Nesse restaurante aqui o diferencial dele para os outros é que aqui nós estamos entregando 600 refeições”,

disse a secretária estadual de Assistência Social, Kelly Patrícia.

A unidade do Centro fica na avenida Joaquim Nabuco, nº 847, e vai atender ao público de segunda-feira a sábado. Além de estar localizada em uma das vias mais conhecidas da área comercial da capital, o restaurante popular é de fácil acesso para quem circula ou reside no bairro e fica a poucos metros de um Serviço Institucional de Acolhimento Institucional Amine Daou Lindoso, que atende pessoas em situação de rua.

O estudante Alberto Filho, de 38 anos, está desempregado e afirma que o Prato Cheio vai dar a ele a oportunidade de seguir nos estudos.

“Vai fornecer comida pra todo mundo aqui no Centro, vai ajudar muitas pessoas que precisam e não tem um prato de comida, e R$ 1 compensa. Para mim, a opção é boa, para quem é universitário, ir pra faculdade com R$ 1 já tem o almoço de cada dia. A gente alimentado a gente desenvolve mais nossa mente e nossa função intelectual desenvolve mais”,

afirmou.

O Prato Cheio é dividido em dois serviços distintos: nos restaurantes populares, o almoço é vendido pelo valor simbólico de R$ 1 real, de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h.

Nas cozinhas populares, a sopa é gratuita e cada pessoa atendida tem direito a 1 litro do alimento, de sabores variados, de segunda a sábado, também das 11h às 13h.

Leia mais:

“Muita gente precisa”, diz moradora sobre Prato Cheio revitalizado na Zona Norte de Manaus

Iranduba recebe unidade do restaurante popular ‘Prato Cheio’

Prato Cheio já criou 150 postos de trabalho em 10 cidades do AM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.