×
Denuncias

Vereador chama prefeito de Iranduba de “animal incompetente”

A opinião do vereador foi dada enquanto o membro da Câmara citou a emenda de R$ 150 mil destinada pelo deputado estadual Sinésio Campos

Divulgação

Iranduba (AM) – O vereador de Iranduba, Luis Carlos Velho (Republicanos), criticou a gestão do prefeito Augusto Ferraz, afirmando que o parlamentar é um “animal incompetente”. A opinião do vereador foi dada enquanto o membro da Câmara citou a emenda de R$ 150 mil destinada pelo deputado estadual Sinésio Campos (PT) ao município de Iranduba, mas que não foi usada por divergências políticas, segundo Velho.

Durante as críticas, Velho salientou que a emenda foi destinada a fim de ajudar a população de Iranduba, que passa por dificuldades financeiras, devido à pandemia.

“O dinheiro foi destinado a população de Iranduba que passa por dificuldades financeiras e que passa por extorsão desse governo, que aumentou IPTU, que aumentou alvará de funcionamento em plena pandemia”,

declarou Velho durante sua fala no plenário.   

Ao jornal Em Tempo, o vereador Velho explicou que o deputado Sinésio Campos, a pedido da população de Iranduba, enviou emendas parlamentares para auxiliar nas escolas, na compra de cestas básicas e para a saúde dos Irandubenses. Segundo ele, as emendas foram enviadas em 2021, e até o momento não foram executadas. 

“Acredito que nunca tenha sido executado devido ao interesse do deputado de ajudar a população de Iranduba e muitas vezes ficando contra os interesses do prefeito, que é contra a população”,  

afirmou.

O deputado Sinésio Campos, declarou a equipe do Em Tempo, que destinou as emendas ao município a fim de auxiliar e se entristece, pelo fato do prefeito Augusto Ferraz não levar em consideração as necessidades da sociedade. 

“As emendas parlamentares impositivas que enviei para o município de Iranduba são de interesse da sociedade, e infelizmente o prefeito não considera o povo”,

salientou. 

Críticas a gestão 

Segundo o vereador Luiz Velho, a gestão da prefeitura sob comando de Ferraz pode ser considerada um ‘desastre total’. Ele explica que o prefeito ‘terceirizou’ seu cargo para uma pessoa que não foi eleita. 

“O que acontece hoje em Iranduba é que ele não é o prefeito. Ele não tem o poder de decisão aqui em Iranduba, ele deixa uma pessoa governar no lugar dele”,

disse. 

Velho também afirmou que está movendo uma ação contra Ferraz, onde está sendo pedida a devolução de R $1.200.00,00 (um milhão e duzentos mil reais), após constatarem o uso indevido de verba pública. 

“Finalizamos essa semana a investigação e estamos encaminhando ao Ministério Público pedindo a devolução dos valores. Ele contratou várias máquinas para execução de serviços e durante a vistoria não foi encontrada nenhuma patrulha. Algumas máquinas não foram utilizadas e receberam recurso sem trabalhar”,

explicou.   

Leia mais:

Prefeito Augusto Ferraz fecha contratos milionários em Iranduba

Entenda por que prefeito e vice de Iranduba permanecem no cargo mesmo após cassação

Prefeito de Iranduba é acusado de chamar de ‘vagabundo’ participante em protesto de mulheres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.