×
EDUCA+AMAZONAS

Trilhas do Saber certifica profissionais da educação em Autazes e Urucurituba

Silves e Nova Olinda do Norte são próximas cidades a receber projeto do Governo do Amazonas

Trilhas do Saber
O projeto faz parte do Educa+Amazonas. - Arquivo pessoal

Autazes e Urucurituba (AM) – Projeto prioritário do Educa+ Amazonas, do Governo do Estado, o Trilhas do Saber certificou mais 510 profissionais da educação, nos municípios de Autazes e Urucurituba (a 113 e 208 quilômetros de Manaus, respectivamente).

Nesta quinta-feira (26), as formações serão levadas a Silves, na calha do Médio Amazonas, e Nova Olinda do Norte, na calha do rio Madeira.

A professora Filadelfia Palheta participou do itinerário formativo em Urucurituba, na formação voltada à Educação Especial.

Ela diz que ficou surpresa com a metodologia apresentada pelos profissionais do Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta (Cepan) e Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

Quando se trata de formação para professores, a gente imagina uma coisa maçante, um monte de palestras e a gente sentado, calado, e o Trilhas é diferente. Estou saindo daqui com muitos conhecimentos adquiridos, principalmente da área de Educação Especial, que é uma área tão sensível. As atividades na formação trouxeram a empatia, a forma como lidar e estou muito feliz com a capacitação”, declarou.

Para as cidades de Silves e Nova Olinda do Norte, serão ofertadas 760 vagas para professores, administrativos e gestores das escolas das redes municipal e estadual.

Temas


As temáticas abordadas no Trilhas do Saber de 2022 são divididas entre docentes do Ensino Fundamental para Anos Iniciais e Anos Finais, nas quais serão abordados as propostas curriculares e pedagógicas, os novos caminhos para o processo de ensino-aprendizagem e Referencial Curricular Amazonense (RCA).

Para os docentes do Ensino Médio, os temas são pautados nas principais mudanças do Novo Ensino Médio, os Itinerários Formativos e suas possibilidades pedagógicas, além do Itinerário Formativos na prática.

Para os docentes de modalidades diversas, são abordadas as tecnologias digitais, a construção de uma educação que faz sentido, Educomunicação, ensino híbrido e autonomia de aprendizagem.

Nos percursos da Educação Especial, os formadores abordam a educação inclusiva, metodologias e materiais acessíveis e a produção de materiais pedagógicos adaptados para alunos com transtorno do espectro autista, deficiência intelectual, cegos e surdos.

Os gestores poderão se aprimorar em liderança, no NEM, e no painel de gestão escolar.

*Com informações da Agência Amazonas

Leia mais:

Profissionais de educação de Tefé são certificados no ‘Trilhas do Saber’

Profissionais da educação do AM recebem capacitação profissional

Em alusão ao Dia da Escola, Em Tempo destaca Colégio Dom Pedro II

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.