×
Prisão

Homem que decepou mão de PM na Asa Norte é preso

Segundo informações preliminares, o suspeito foi preso no Paranoá e levado para a 6ª DP. Ele não resistiu à prisão

Divulgação

O homem suspeito de decepar a mão de um policial militar na Asa Norte, no último domingo (3), foi preso nesta quarta-feira (6). Segundo informações preliminares, ele estava no Paranoá quando foi encontrado.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) deteve o homem e o levou para a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá). A princípio, o suspeito foi identificado apenas como Matheus.

A PMDF abordou um carro onde estavam integrantes da família do suspeito e uma tia revelou a localização dele. Segundo os militares, ele não resistiu à prisão.

O caso

O caso ocorreu na quadra 915 Norte e foi revelado pelo Metrópoles. O policial militar reformado de São Paulo Leandro Percivalli, de 37 anos, precisou amputar a mão esquerda após ter o membro decepado ao tentar defender uma mulher de agressões do namorado. Leandro mora no Distrito Federal com a namorada, Lívia Oliveira, de 32 anos.

Ao jornal , Lívia conta que, por volta da 1h da manhã, ouviu gritos vindos da casa ao lado.

“Acordei o Leandro no impulso. Um homem estava ameaçando a mulher, falando que ia matá-la. Na mesma hora, meu namorado levantou e foi tentar ajudar, apaziguar a situação”

, relata Lívia.

“Foi com um golpe só, e ele decepou minha mão. Foi tudo muito rápido. Depois, ele continuou vindo atrás de mim, tentou me atropelar, mas, no fim, fugiu com a mulher que ele estava ameaçando minutos antes”, comenta Leandro.

O casal não conhece o agressor. Leandro diz que o imóvel ao lado pertence aos pais do homem, que deveria estar passando uma temporada no local.

*Com informações do Metrópoles

Leia mais:

Homem é condenado a 90 anos de prisão por estuprar filho até a morte

Vídeo: em protesto contra Bolsonaro, Polícia Rodoviária cola bilhete em apreensão de drogas

Custo da cesta básica aumenta nas 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.