×
Lutador morto

Lutador ucraniano é torturado e morto por grupo neonazista

O motivo da morte do atleta seria o fato dele ter treinado russos

O lutador de MMA da Ucrânia, Maxim Ryndovskiy, foi sequestrado, torturado e morto durante os conflitos no país. Ele tinha 28 anos e lutador de MMA na categoria peso-médio.

Um grupo neonazista ucraniano reivindicou a autoria do crime. Imagens do lutador ferido foram compartilhadas nas redes sociais. As informações são dos portais CNews e Marca.

Nas redes, aparecem fotos e vídeos de um homem, com tatuagens iguais a do lutador, gravemente ferido. Em uma das imagens, ele aparece com uma camiseta amarrada no rosto e é possível ver gotas de sangue.

O motivo da morte do atleta seria o fato dele ter treinado russos e ser amigo de russos moradores da região da Chechênia, que pertence a Rússia.

*Metrópoles

Edição Web: Bruna Oliveira

Leia mais:

Papa Francisco diz que “rios de sangue” correm na guerra da Ucrânia

Helicóptero russo explode após ser abatido por forças ucranianas

ONU faz reunião de emergência por conta de guerra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.