×
Astronomia

‘Astrônomo-Mirim’: brasileiro de 5 anos é o mais jovem no mundo a descobrir asteroides com a NASA

Natural de São Paulo, o pequeno é fã de astronomia desde os 2 anos de idade, segundo a mãe

Foto: Reprodução/Instagram

O astrônomo-mirim brasileiro, Miro Latansio Tsai, de 5 anos de idade, participou do programa Caça-Asteroides, da Nasa, e descobriu 15 corpos celestes já confirmados pela Agência Espacial Americana. Natural de São Paulo, o menino-prodígio foi reconhecido por ser a pessoa mais jovem do mundo a descobrir um asteroide.

“Eu sempre gostei de ciência, astronomia e planetas: Marte, Júpiter, Saturno, Sol, Mercúrio…”, disse o pequeno, que logo depois se corrige e afirma que, na realidade, o Sol é uma estrela!

Paixão por astronomia vem do berço

A mãe, a advogada Carla Latansio, contou que desde muito pequeno o filho mostrava interesse pela astronomia. Com apenas dois anos, ele já sabia o nome de todos os planetas do sistema solar.

“Na primeira visita que fizemos ao Museu Catavento, em São Paulo, na entrada tinham todos os planetas na parede e ele foi passando e apontando os dedinhos e falando os nomes de todos”, disse Carla.

Programa Caça-asteroides

Durante o isolamento da pandemia, os pais viram um anúncio para o projeto de Caça-asteroides da Nasa e inscreveram o pequeno astrônomo. Com muita facilidade, Miro manuseou o programa utilizado pela Nasa e, durante a análise de imagens, ele identificou, entre os meses de outubro e novembro de 2021, 15 asteroides.

O projeto de caça de asteroides é coordenado pela Nasa e conta com a participação de outras instituições ao redor do mundo – no Brasil, o MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) é o responsável pelo engajamento da comunidade local para a participação no projeto.

Com as descobertas, Miro foi convidado para 8ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, onde recebeu um certificado de mérito do MCTI. Ele também recebeu outro certificado da Iasc (Colaboração Internacional de Pesquisa Astronômica, na tradução do inglês) e da Nasa.

Clubinho do Miro

Para incentivar outras crianças na astronomia, os pais criaram o projeto Clubinho do Miro, onde são compartilhadas informações sobre o programa da Nasa e sobre astronomia para crianças.

“Eu abri o meu clube de astronomia porque os meus amigos gostaram tanto de ver minha medalha, então eu abri um clubinho para ensinar eles (sic)”, afirma o garoto.

*Com informações de Só Notícia Boa

Edição: Leonardo Sena

Leia mais:

Festival Passo a Paço 2022 deve acontecer em setembro, diz Prefeitura

Abandonada por oito anos, escola da rede pública marca retorno presencial em Manaus

Vacinação contra a Covid-19 retoma nesta quinta-feira em Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.