×
Eleições

“Zé Ricardo e eu sempre estivemos juntos”, afirma Praciano sobre possível ‘dobradinha’

Ele afirma que vem discutindo com o grupo do deputado federal Zé Ricardo, na sigla, para que ambos possam se unir para realizar uma “dobradinha”, como já foi feito em eleições anteriores

Manaus (AM) – O ex-deputado federal Francisco Praciano anunciou ao Em Tempo que nesta semana definirá o cargo para concorrer ao pleito deste ano. Após cerca de 7 anos longe do cenário político, ele confirma sua volta, ainda pela sigla que o elegeu nos anos anteriores, o Partido dos Trabalhadores (PT).  

“Quinta-feira (19) eu faço a inscrição. Por conta da federação, nós temos somente quatro vagas. Há um debate, um conflito interno disputando essas quatro vagas”,

explicou. 

Ele afirma que vem discutindo com o grupo do deputado federal Zé Ricardo, dentro da sigla, para que ambos possam se unir para realizar uma “dobradinha”, como já foi feito em eleições anteriores. 

“Zé Ricardo e eu sempre estivemos juntos. Ele representa muito bem para federal e eu sempre fiz campanhas e mandatos com ele, vamos tentar repetir. Se não der pra federal, eu venho para estadual, mas a conversa com o Zé Ricardo está bem avançada”,

disse.

Em suas redes sociais, o deputado federal Zé Ricardo (PT) chegou a anunciar que Praciano se candidataria ao cargo de deputado estadual. 

“Conversei agora com Praciano e ele confirmou que será candidato a deputado estadual para reforçar a chapa do PT. Ele falou que pretende repetir a dobradinha que fizemos em eleições anteriores quando ele foi para federal e eu estadual. Agora ele vai para estadual e eu federal”,

escreveu.

Praciano explicou que no dia 29 haverá um encontro do partido para a tentativa de consolidar as alianças e listas proporcionais para a eleição. Ele salienta que no Amazonas, o Partido dos Trabalhadores é uma sigla bem consolidada. 

“O PT ainda está bem avaliado pela sociedade. Aqui nós tivemos uma presença bem forte do Bolsonaro, o que inibe um pouco a imagem do partido e por conta disso, acredito que o partido deva ir mais para a rua, ser mais ousado e promover junto à sociedade formação política”,  

criticou.  

Ele também salienta, que sua volta para a política é marcada pela sensação de que “as coisas não mudaram”. Segundo o político, muitas das lutas que assumiu em seu último mandato, não estão em pauta atualmente. 

“Nós temos que ‘amazonidar’ as nossas pautas. Tenho a expectativa que neste ano ainda temos muito trabalho, como continuar com a luta pela ética, buscar a qualidade de serviços públicos e lutar por uma economia complementar a Zona Franca”,

explicou.  

Ele observou que a atual situação que a Zona Franca de Manaus precisa ser discutida em diversos âmbitos, e afirma que o modelo é sempre alvo de ataques.  

“Todos os políticos desta terra, devem ter o empenho, para garantir, não só a suspensão de um decreto, mas garantir a estabilidade do sistema. O que salva a Zona Franca, é a garantia de estabilidade, e não há nada previsto nessa área. Também preciso começar algo que está atrasado há trinta anos, que é o desenvolvimento de uma economia paralela”,

declarou. 

Ele defende que é necessária a implementação de uma economia paralela ao modelo zona Franca, como o investimento em piscicultura (ramo que desenvolve o cultivo de peixes), turismo e exploração da biodiversidade da região. 

Francisco Praciano é economista e analista de sistemas, natural de Itapipoca, no estado do Ceará. Ele foi eleito deputado federal em 2006 pelo Partido dos Trabalhadores e reeleito em 2010.

Leia mais:

Bolsonaro: “Antes tentavam nos roubar com armas, agora é com canetas”

Bolsonaro exalta Mendonça após decisão favorável no STF: “Indicado por mim”

“Sempre defenderei o nosso Estado”, diz Capitão Alberto Neto sobre Zona Franca de Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.